Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Situação irregular

Deputados federais estão na lista de CNHs suspensas

Rosiane Correia de Freitas - Folha de Londrina
12 jun 2009 às 19:33
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A lista de 40 mil condutores cujas Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) estão em situação irregular divulgada na última quarta-feira pelo governo do Estado contém nomes de três deputados federais, dois ex-deputados estaduais e um deputado federal já falecido. A relação é composta de nomes de motoristas que estão com a carteira suspensa, mas ainda não entregaram o documento para o Departamento de Trânsito para cumprir a suspensão.

Entre os 30 deputados da bancada do Paraná em Brasília, apresentam a habilitação em situação irregular: Airton Roveda (PR), Hidekazu Takayama (PSC), Abelardo Lupion (DEM). Roveda é o que apresenta maior número de pontos registrados na carteira. São 130 desde 2005, quando o parlamentar recebeu a primeira notificação de suspensão do direito de dirigir.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Takayama tem notificação de suspensão da carteira desde 2001 e 99 pontos registrados. Já Lupion, que está com o documento irregular desde 2005, tem 45 pontos. A carteira do deputado, segundo o sistema de consulta do Detran, está vencida desde março de 2009. A reportagem tentou contatar os parlamentares ontem, mas não teve sucesso.

Leia mais:

Imagem de destaque
Relações internacionais

De Lula 1 a Lula 3, Brasil busca cavar espaço global em tensão com os EUA

Imagem de destaque
Quarta-feira

Julgamento em Londrina que pode cassar Mara Boca Aberta será dia 29

Imagem de destaque
R$ 30 mil

TSE multa Flávio, Zambelli e outros bolsonaristas por associar Lula a satanismo

Imagem de destaque
Segurança pública

Câmara aprova PL que reajusta salários e prevê alta de 27% a delegados da PF


Ainda consta na relação da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP) o ex-deputado federal Max Rosenmann, falecido em outubro de 2008. Segundo a SESP, eventualmente podem estar na lista nomes de pessoas que já morreram. Em matéria publicada na Agência Estadual de Notícias o órgão orienta os familiares do condutor falecido a entrar com processo no Detran para regularizar a situação.

Publicidade


Já os ex-deputados estaduais Carlos Xavier Simões e Geraldo Cartário Ribeiro também estão na lista da SESP. A situação irregular das carteiras do ex-parlamentares foi divulgada pela FOLHA no último dia 18 de maio. Em entrevista à reportagem na semana passada, Cartário afirmou que teria entregue a carteira ao Detran em setembro. ''Já entreguei e não estou dirigindo'', afirmou.


O parlamentar, no entanto, não teria cumprido ainda a determinação de frequentar o curso de reciclagem de 30 horas, por isso a situação da CNH dele continua irregular. Já Simões, segundo o sistema de consulta do Detran, não entregou a carteira ainda.

Publicidade


A reportagem da FOLHA pesquisou ainda nomes de secretários de Estado e de senadores do Paraná, mas não encontrou registro de nenhum deles na lista de condutores com carteira irregular.


Para consultar a relação é preciso acessar o site www.seguranca.pr.gov.br. É possível fazer a consulta através do primeiro nome, da cidade ou do número da carteira do condutor. Quem estiver com o documento suspenso deve procurar uma unidade do Detran e entregar a carteira para cumprir a suspensão. O motorista também deve frequentar um curso de reciclagem de 30 horas.

Quem estiver com a CNH suspensa e for flagrado dirigindo está sujeito a multa e a cassação da carteira. Desde o último dia 27 de maio o secretário de Segurança Pública, Luiz Fernando Delazari, também determinou que quem se recusar a entregar o documento seja preso por desobediência, crime previsto no código penal cuja pena é de 15 dias a seis meses de detenção e multa.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade