Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Direito Eleitoral

Especialistas debatem fake news, e Inteligência Artificial e democracia em evento no Paraná

José Marcos Lopes - Especial para a Folha
17 jun 2024 às 10:30
- Reprodução/Canva
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Os riscos à democracia, o combate às fake news e estratégias para tornar a IA (Inteligência Artificial) uma aliada no processo eleitoral foram os temas de destaque nos três primeiros dias do IX Congresso Brasileiro de Direito Eleitoral, realizado desde quarta-feira em Curitiba. 


Promovido pelo Instituto Paranaense de Direito Eleitoral (Iprade), o evento reúne ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), ex-ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, além de advogados, juristas e cientistas políticos, em painéis e debates.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Em palestra na quinta-feira (13), o presidente do STF, ministro Luís Roberto Barroso, defendeu a regulamentação das redes sociais como forma de conter a propagação de mentiras e os discursos de ódio. 

Leia mais:

Imagem de destaque
Mulheres são mais afetadas

Câmara aprova inclusão de políticas públicas para Burnout no SUS; especialistas comentam

Imagem de destaque
Entenda

MP junto ao TCU pede suspensão de acordo entre governo e grupo dos irmãos Batista

Imagem de destaque
Entenda

Google diz não permitir anúncios políticos no Brasil, mas publicidade continua a ser veiculada

Imagem de destaque
Novos detalhes

PF avança no caso 'Abin paralela' sob Bolsonaro e vê ações contra Judiciário, Congresso e eleições


O também ministro do STF Flávio Dino fez uma fala com teor semelhante na manhã de sexta, ao dizer que os algoritmos serão os “senhores da nossa escravização” caso não haja limites para as plataformas digitais. Mas também houve opiniões no sentido de se buscar novos entendimentos e soluções.

Publicidade


Para o especialista em Direito Eleitoral Diogo Rais, é preciso trabalhar a legislação para ter a IA como uma aliada. 


“Nossa legislação se baseia na restrição de conteúdo, o que talvez seja impossível na internet. Ficamos enxugando gelo. A cada minuto, são 500 horas de novos vídeos no ar”, afirmou o jurista. 

Publicidade


“Se compararmos uma eleição com um game, o eleitorado antigamente ficava na arquibancada. Agora, passou para o espaço infinito das redes sociais. Talvez, a gente precise pensar mais na Inteligência Artificial como aliada.”


Doutor em Direito e professor de Direito Eleitoral, Fernando Neisser criticou a resolução do TSE que determina a retirada de conteúdos “inverídicos” ou possivelmente prejudiciais a candidatos, mesmo sem decisão judicial. 


Para o jurista, a resolução aprovada em fevereiro deste ano pelo TSE está em desacordo com o Marco Civil da Internet e possibilita a transformação das “plataformas em juízes”. “Fazer o controle do que é dito antes de publicar não é possível, factível nem lícito”, criticou.


Leia a reportagem completa na FOLHA DE LONDRINA:


Imagem
Especialistas debatem fake news, e Inteligência Artificial e democracia
Congresso Brasileiro de Direito Eleitoral reúne em Curitiba ministros do Supremo e cientistas políticos para debates e painéis sobre o tema
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade