Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Apesar de repercussão negativa

Lula diz que não se arrepende de foto com Maluf

Agência Estado
25 jun 2012 às 20:15
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que não se arrependeu de ter posado ao lado do ex-adversário Paulo Maluf, na semana passada, no ato que selou o apoio do PP à pré-candidatura do petista Fernando Haddad à Prefeitura de São Paulo. Nesta segunda, após cerimônia que oficializou o apoio do PCdoB à campanha de Haddad, Lula foi questionado se estava arrependido da aliança com o PP e da foto, que gerou muita polêmica e foi a responsável pela saída da deputada Luíza Erundina do posto de vice na chapa petista. Ao ser indagado, limitou-se a dizer: "Não, nem um pouco."

Bem humorado, Lula pautou seu discurso no evento da aliança PT-PCdoB com muitos ataques à campanha do adversário tucano José Serra. Na sua avaliação, o tucano comete um erro ao relançar sua candidatura sem ter completado o mandato na gestão municipal. E ao usar como mote a competência, vão acabar beneficiando Haddad. "Vamos ter de enfrentar nossos adversários, que são os tucanos. Estou vendo nosso adversário dizer que a competência vai vencer o novo, portanto, meu filho (Haddad), você já ganhou, porque competência ali não tem nada", provocou.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


De acordo com Lula, as pesquisas já indicam que a campanha tucana "está patinando". "Acho que jogaram óleo na pista de patim dele", alfinetou. O petista acredita que a população lembrará que Serra deixou a administração municipal com pouco mais de um ano de governo: "Ele não pegou nem a segunda enchente e já correu." Para ele, os mesmos analistas que criticavam a então candidata à Presidência da República, Dilma Rousseff, também vão se surpreender com a performance de Haddad nas urnas.

Leia mais:

Imagem de destaque
Incluindo jogo do bicho

Lula afirma que vai sancionar projeto que libera cassinos e jogos de azar

Imagem de destaque
Segue até 28 de junho

STF retoma julgamento sobre atendimento de pessoas trans no SUS

Imagem de destaque
Medida polêmica

Projeto de Lei obriga instalação de telas de proteção em apartamentos de Londrina

Imagem de destaque
Entenda

Lula se vacinou contra dengue na rede privada, sem divulgar e antes da campanha do SUS


Ainda com a voz fraca e falha, o ex-presidente disse que até agosto (mês em que começa a ser veiculado o horário eleitoral gratuito no rádio e na TV) deve recuperar a voz e que hoje ele já conseguiu recuperar mais de 70% da mobilidade de sua perna esquerda. Ele garantiu que participará da campanha nas ruas e na TV. "Se for necessário, vou morder a canela dos adversários", disse.

Lula destacou a lealdade do PCdoB para com ele nos últimos anos e disse que o apoio do vereador Netinho de Paula pode ajudar Haddad a atingir os "rincões da periferia". "Acho que o Netinho pode nos ajudar a chegar no povo do gueto", aposta.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade