Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade

Partido promete ação contra a venda da Copel

Maria Duarte - Folha do Paraná
21 ago 2001 às 09:35
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade
O Partido Social Cristão (PSC) prometia, no início da tarde de ontem, entrar com uma ação contra a venda da Copel no Tribunal de Justiça do Paraná, independente do resultado da votação do projeto que impede a venda da empresa.
De acordo com o vice-presidente do partido, vereador Mauro Moraes, a ação está sendo preparada pelo presidente da legenda e advogado, Giovani Gionédis, e pelos advogados do partido. Moraes frisou que Gionédis tem embasamento téorico para preparar a ação, porque foi secretário de Fazenda de Jaime Lerner (PFL) até o final do ano passado, quando foi demitido em uma minireforma administrativa feita pelo governador. "A ação, com pedido de liminar, está muito bem fundamentada. Queremos que a liminar tenha condições de se sustentar", disse o vereador. A ação questiona, segundo ele, 12 pontos sobre a venda da estatal, entre eles a avaliação da empresa. "A Copel vale muito mais do que se imagina. Não se pode vendê-la pelo valor contábil. E ainda precisa acrescentar o valor das empresas subsidiárias", apontou.
O PSC está utilizando no embasamento da ação as informações que recebeu do governo. Os dados foram solicitados durante a audiência pública sobre a privatização, que aconteceu no último dia 2.
O preço mínimo da empresa deve ser divulgado no próximo dia 24. Extra-oficialmente, estima-se de que o valor ficará entre R$ 8 bilhões e R$ 9 bilhões. O leilão está marcado para o dia 31 de outubro.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade