Pesquisar

Canais

Serviços

- Alessandro Dantas
Negociações da vacina

Reverendo afirma que fala sugerindo conversa com Bolsonaro era 'bravata'

Folhapress
03 ago 2021 às 15:29
Continua depois da publicidade

O reverendo Amilton Gomes de Paula afirmou à CPI da Covid, nesta terça-feira (3), que se tratou de "bravata" uma fala sua em conversa com o policial militar Luiz Paulo Dominghetti.

Continua depois da publicidade


Os dois tratavam da negociação para a venda de 400 milhões de doses da vacina da AstraZeneca. Em determinado momento, o reverendo afirma "falei com quem manda". O senador Humberto Costa (PT-PE) então questionou a quem ele se referia.

Continua depois da publicidade


"Foi uma bravata", respondeu o pastor.


A resposta provocou protestos dos senadores, porque todos detectaram que seu advogado passou a resposta ao depoente. O presidente Omar Aziz (PSD-AM), que está ao lado do reverendo, disse ter ouvido e repreendeu o advogado.

Continua depois da publicidade


Aziz depois cobrou o depoente, afirmando que ele estava claramente protegendo autoridades.


"Repense o seu depoimento. O senhor é um pastor, as pessoas creem nas suas palavras", afirmou.


FILIADO AO PSL - Gomes de Paula afirmou que já pertenceu ao PSL, partido pelo qual o presidente Jair Bolsonaro foi eleito.


Ele também reconheceu que participou da campanha eleitoral do presidente. No entanto, disse que se desfiliou do partido, sem dar mais detalhes.


Por diversos momentos, o reverendo foi questionado a respeito de possíveis conexões com políticos. Disse que não tinha relacionamentos, embora reconheça que alguns são presidentes de honra da entidade que fundou.

Senadores também lembraram que ele figura em diversas fotos com políticos. O senador Humberto Costa (PT-PE) lembrou que ele tem fotos com o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ).


Continue lendo