Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Aeroportos

Rosinha quer identificação de americanos no Mercosul

Redação - Bonde
05 jan 2004 às 19:35
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O presidente da Comissão Parlamentar Conjunta do Mercosul, deputado Doutor Rosinha (PT-PR), quer que o sistema de identificação de turistas norte-americanos adotado pelos aeroportos brasileiros por decisão judical seja estendido aos demais países do Mercosul.

Segundo o parlamentar, a reciprocidade e as normas de Direito Internacional Público justificam a ampliação da medida adotada pela Polícia Federal brasileira nos demais países do bloco regional – Argentina, Paraguai e Uruguai.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


"Se nos Estados Unidos os brasileiros são obrigados a se identificar, o Brasil tem que adotar o mesmo tratamento para os cidadãos norte-americanos que desembarcam aqui. O Mercosul poderia uniformizar um procedimento previsto pelo direito internacional", argumenta.

Leia mais:

Imagem de destaque
Foragidos da Justiça

Condenados por atos golpistas em Brasília quebram tornozeleira e deixam país

Imagem de destaque
Corrida eleitoral

PL retira pré-candidatura de Bruno Ubiratan e vai indicar vice na chapa de Tiago Amaral

Imagem de destaque
STF

Moraes põe freio em ofensiva contra bolsonarismo e reduz tom em decisões

Imagem de destaque
Saiba mais

Ratinho Jr. tenta atrair bolsonarismo e lava-jatismo em eleição de Curitiba


A reciprocidade foi justamente o argumento usado pelo juiz federal de Mato Grosso, Julier Sebastião da Silva, para determinar a identificação fotográfica e a coleta de impressão digital dos norte-americanos que chegam ao Brasil. A partir de hoje, os brasileiros que entram nos Estados Unidos também são submetidos à identificação nos aeroportos norte-americanos. Lá a identificação será feita na entrada e na saída dos turistas.

Fonte: Agência Brasil (ABr)


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade