Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Disputa em São Paulo

Tucanos dizem não temer 'mordida' de Lula

Agência Estado
27 jun 2012 às 13:46
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Depois que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que pretende "morder a canela dos adversários" para eleger Fernando Haddad (PT) para a Prefeitura de São Paulo, a equipe de José Serra (PSDB) reagiu ao discurso - que chamou de "violento" - e declarou que não se intimida por sua participação na campanha.

"Em São Paulo, o Lula não é um pit bull. Ele não passa de uma Lassie", afirmou o deputado estadual Orlando Morando (PSDB), em referência à cadela personagem do cinema e da TV. "Os candidatos de Lula não conseguem ganhar aqui. Marta (Suplicy) perdeu, (Aloizio) Mercadante perdeu e agora é a vez do Haddad."

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


Anteontem, Lula chamou a candidatura de Serra de "equívoco" e disse que entrará na campanha em julho. "Se necessário, vou morder a canela dos adversários para que Fernando Haddad seja prefeito", disse.

Leia mais:

Imagem de destaque
Auxílio para os estudantes

Lula sanciona política de bolsas para alunos de universidades federais, mas valores são incógnita

Imagem de destaque
Crime

PF indicia cantor Sérgio Reis e deputado Zé Trovão pelo 7/9 de tom golpista em 2021

Imagem de destaque
No RJ

Carlos Bolsonaro foi alvo de quebra de sigilo em investigação do caso Marielle

Imagem de destaque
Associação criminosa

PF indicia Bolsonaro e assessores em investigação sobre venda de joias

Aliados de Serra afirmam que a declaração de Lula "incita à violência". "Vamos enfrentá-los com propostas e com respeito, e vamos ganhar a eleição", disse o vereador Floriano Pesaro. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade