Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Qualidade da água

Carnaval terá melhor índice de balneabilidade no litoral

Redação Bonde
14 fev 2007 às 17:01
Continua depois da publicidade

O boletim de balneabilidade divulgado nesta quarta-feira (14) pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) indica que dos 38 pontos monitorados no Litoral paranaense, 28 estão próprios para banho – cerca de 75% dos locais avaliados. Esta é a melhor balneabilidade das praias paranaenses desde o início de janeiro, quando foram registrados 30 e 31 pontos próprios para banho e o fluxo de veranistas ainda era menor.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Com relação à semana passada (23 pontos positivos), foi observada melhora das condições de balneabilidade em seis pontos - um na Ilha do Mel, outro em Guaratuba e quatro em Pontal do Paraná – e piora em um ponto - no balneário Ipacaray, município de Matinhos.

Continua depois da publicidade


O secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Rasca Rodrigues,
atribui a crescente melhora à redução do número de veranistas e à ocorrência de chuvas esparsas. "Começaram as aulas e o número de pessoas durante a semana na praia diminuiu bastante. As chuvas também foram mais distribuídas e não chegaram a prejudicar a qualidade da água", disse Rasca.


Barracas indicativas - "Teremos um mar de barracas azuis no litoral paranaense durante o Carnaval", disse o diretor de Estudos e Padrões Ambientais do IAP, Celso Bittencourt. Celso fez referência às cores que diferenciam as barracas indicativas da qualidade da água - próprias (azuis) e impróprias (vermelhas).


"Foram instaladas 54 barracas em todos os pontos monitorados, onde 87 estudantes da Universidade Federal do Paraná do Litoral informam aos veranistas os riscos de tomar banho nos locais proibidos e como é feito o processo de análise da água", acrescentou.

Continua depois da publicidade


Bicas – O IAP também faz um alerta aos motoristas que estiveram descendo ao Litoral pela Estrada da Graciosa ou BR 277. "Temos monitorado a potabilidade das bicas nessas estradas e todas se mostraram impróprias para consumo", destacou Celso.

Os resultados das análises serão divulgados todas as quartas-feiras até o dia 25 de fevereiro.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade