Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Evitando acidentes

Cuidados com as crianças devem ser redobrados no verão

Heloísa Prado - Bonde
05 fev 2007 às 17:30
Continua depois da publicidade

Os cuidados com as crianças devem ser redobrados quando o assunto é água. E quem pensa que o único perigo é o mar está enganado. O Corpo de Bombeiros alerta pais e responsáveis para estarem atento a outras armadilhas que podem originar fatalidades: piscinas, baldes, bacias e até mesmo o vaso sanitário. "As pessoas se preocupam quando estão na praia, mas acidentes domésticos são mais comuns do que se imagina", alerta o tenente Leonardo Mendes dos Santos, do Corpo de Bombeiros.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Como as crianças são curiosas e gostam de brincar com a água, é recomendável que os responsáveis estejam sempre por perto. Neste fim de semana um menino de dois anos de idade se afogou na piscina de casa, no balneário Betaras, em Matinhos. "Quando o socorro foi acionado já não havia mais o que fazer", lamenta o tenente. "Para evitar este tipo de fatalidade é preciso atenção redobrada com os pequenos", afirma.

Continua depois da publicidade


O Corpo de Bombeiros recomenda manter recipientes com água longe do alcance das crianças. Mesmo brinquedos recomendados para estas faixas etárias precisam ter sempre um adulto supervisionando, como no caso das piscinas infláveis. "Crianças podem se afogar com apenas 2 ou 3 centímetros de lâmina d’água", diz o tenente Leonardo. Além disso, lavanderias devem ficar trancadas e baldes e bacias guardados com a boca para baixo.


Outras recomendações - O Corpo de Bombeiros recomenda ainda que crianças devem nadar apenas em áreas seguras e sob a supervisão de um adulto e não de outras crianças. Não só as crianças, mas também os adultos devem evitar brincar em cavas, rios ou represas

Em caso de emergência, ligue imediatamente para o Corpo de Bombeiros pelo telefone 193.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade