Pesquisar

Canais

Serviços

- Rahul/Pexels
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Sustentabilidade

Três escolhas para uma economia na conta de luz

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
07 jun 2022 às 17:32
Continua depois da publicidade

O custo da energia em relação à renda per capita no Brasil é o segundo maior do mundo, atrás apenas da Colômbia, segundo levantamento da Abrace (Associação Brasileira dos Grandes Consumidores Industriais de Energia). A conta de luz vem aumentando seu peso no orçamento doméstico e, de acordo com uma pesquisa da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), nos últimos 12 meses, teve um aumento de 20,52%, o que ajuda a explicar também o aumento na inadimplência -- dívidas com água e luz tiveram uma alta de 7,92% no mesmo período.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE
Continua depois da publicidade

Com o atual quadro da inflação e uma projeção de reajuste em dois dígitos na conta de luz em 2022, o consumo consciente de energia ainda é o melhor caminho para equilibrar as despesas em casa, além de ajudar o meio ambiente. Pensando nisso, Felipe Mattos, fundador e CEO da Reverde, marketplace que simplifica a utilização de energia solar, contribuindo com a descarbonização do planeta, dá dicas importantes para evitar o desperdício e poupar na conta de luz. Confira:



Aparelhos domésticos podem ser os maiores vilões para encarecer a conta de luz, se não forem escolhidos e utilizados corretamente. Isso porque eles são considerados os maiores consumidores de energia em uma residência, a exemplo da geladeira, ar-condicionado, ferro de passar roupa, máquina de lavar, entre outros.

Continua depois da publicidade

“Sempre que comprar um novo eletrodoméstico, verifique a eficiência energética do aparelho de acordo com o selo INMETRO. O E é o menos eficiente e o A é o mais eficiente, ou seja, mais econômico. Para itens importados, confira o selo Energy Star”, explica o profissional.


Aparelhos em stand by


Embora estejam em modo de espera, aparelhos como televisão, videogame, microondas e computadores continuam consumindo energia. Esses eletrônicos são responsáveis por cerca de 12% do valor acrescido na despesa de luz.

“Para evitar o desperdício, é recomendado que, ao sair de casa ou enquanto estiver dormindo, os aparelhos eletrônicos não essenciais sejam retirados da tomada. Embora seja simples, essa medida traz resultados e também pode ser adotada em escritórios”, sugere o CEO.


 Energia solar


Outra maneira de economizar energia e reduzir o valor da conta de luz está na utilização de energia renovável alternativa. Buscar soluções sustentáveis, além da economia para o consumidor, traz benefícios para o meio ambiente, como a redução de impactos e a descarbonização.

’’Apostar em fontes de energia renováveis alternativas, como a energia solar, é especialmente recomendado para nós brasileiros, que vivemos em um país tropical com incidência solar diária. Hoje em dia, fazer uso de energia limpa tornou-se algo acessível. A Reverde, por exemplo, oferece uma solução em que qualquer pessoa, até mesmo moradores de apartamento, pode consumir energia solar, sem precisar investir em placas solares. Além de contribuir com a descarbonização do planeta, nossos clientes têm uma redução, em média, de 15% na conta de luz’’, finaliza o CEO.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade