Pesquisar

Canais

Serviços

- Emerson Rodrigues
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Trabalho com conforto

Dicas para iluminar seu 'home office' corretamente e garantir um espaço mais confortável

Redação Bonde com assessoria de imprensa
24 fev 2022 às 18:15
Continua depois da publicidade

Hoje em dia é essencial ter um espaço confortável para trabalhar em casa. Esses são os chamados “home office” que é, traduzindo, um escritório dentro de casa. Nos últimos dois anos, a maioria dos imóveis passou por reformulações nesse sentido e, coube aos arquitetos e designers encontrarem formas criativas de incluir esse ambiente nos projetos.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

 

Continua depois da publicidade

Para contribuir na montagem ou melhoria desse espaço, que também pode ser utilizado para os estudos, a Yamamura, megastore especialista em iluminação, apresenta recomendações de como iluminar corretamente o home office. Afinal, a escolha das luzes corretas interfere totalmente na qualidade do trabalho e de vida, na concentração e rendimento no dia a dia. Confira!

 

As luminárias de mesa são muito procuradas para esse ambiente. Além de charmosas e disponíveis nos mais variados estilos, essas peças de apoio também são portáteis e funcionais, afinal basta conectá-las na tomada para poder usá-las!

Continua depois da publicidade


Os modelos flexíveis ou dobráveis proporcionam ainda mais conforto visual para os usuários, sendo bem-vindos em todos os lugares da casa, ou até mesmo para levar ao escritório, para quem trabalha de forma híbrida. Elas devem ser colocadas atrás ou ao lado dos monitores e mesas de trabalho, sempre com uma distância mínima, para evitar reflexos e ofuscamentos.

 

Além das luminárias centrais, que realizam a iluminação principal, o home office também utiliza outros modelos de iluminação de apoio que complementam a luminosidade em pontos específicos. 

 

Entre os exemplos das peças de apoio, estão: pendentes menores (que também devem ficar atrás ou ao lado dos monitores); luminárias de piso ou arandelas (localizadas ao lado de sofás, poltronas ou mesinhas laterais especialmente para leitura); spots para iluminar a circulação; perfis ou fitas de LED embutidos nos mobiliários.

 

O tamanho do cômodo, assim como o gosto pessoal do morador, vai determinar a quantidade de pontos de luz e a localização de cada um deles.

 

Sobre a temperatura de cor, a mais indicada para trabalho e estudos é a neutra (4000K), pois estimula a concentração. No entanto, a flexibilização também é bem importante! Dessa forma, a combinação entre luz neutra para a iluminação geral e luz quente (2700K a 3000K) para alguns pontos de apoio (como abajures e arandelas de canto), também pode trazer um clima descontraído, que pode estimular a criatividade. Isso também é válido para a mescla de efeitos de luz direta e indireta, o que valoriza ainda mais o ambiente.

 

É muito bom que ocorra um equilíbrio entre a luz natural e a artificial durante as atividades do dia a dia, de forma a trazer o conforto e o bem-estar de todos, de maneira eficiente e funcional, sem esquecer da sustentabilidade. Portanto, a dica é aproveitar ao máximo a luminosidade natural do lar e, então, complementar com as luzes artificiais nos momentos necessários.


Nesse ponto, também vale destacar que a dimerização (aumento e diminuição da intensidade de luz) pode ser uma ferramenta essencial para criar cenas exclusivas desde momentos de atenção ao de relaxamento. Portanto, investir em peças dimerizáveis ou automatizadas é uma boa pedida.

 

Pequenas dicas para tornar o espaço de trabalho funcional

 

1. Estabeleça horários de início e término das atividades


2. Separe uma hora para almoçar e cuidar da alimentação;


3. Mantenha o ambiente limpo e arrumado;


4. Fique atento à postura correta ao sentar-se;


5. Busque manter a calma e concentração;


6. Ouça músicas inspiradoras e alegres;


7. Cuide bem do seu visual mesmo em casa. 

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade