Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
De um tempo ao bebê...

Como acostumar seu filho com a babá

Redação Bonde
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

O fim do período de licença-maternidade é um momento temido por muitas mães. Deixar o bebê com outra pessoa para voltar ao trabalho é uma situação difícil para a mãe e deve ser cercada de cuidados para evitar traumas na criança.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Para ajudar nesse momento de transição, o neonatologista e pediatra do Hospital Albert Einstein e do Instituto Saúde Plena, Jorge Huberman, dá algumas dicas:

Continua depois da publicidade


Para que o bebê se acostume com uma nova pessoa, procure fazer a transição enquanto você estiver por perto. O ideal é que, antes de deixá-lo sozinho com a babá, a profissional passe algumas horas com vocês dois durante vários dias. Se isso não for possível, fique pelo menos duas horas junto com os dois, antes de sair, para que a criança conheça esta nova pessoa;


Durante o primeiro encontro, a babá e a criança devem se conhecer gradualmente. Segure o bebê no colo e fique conversando com a babá. Procure perceber se o bebê se sente à vontade na presença dela, mas não deixe que durante esta etapa a babá tente brincar com ele. Espere até que ele olhe para ela ou comece a brincar sozinho e demonstre estar despreocupado;


Deixe então que a babá comece a conversar com o bebê enquanto ele ainda estiver no seu colo. Não permita ainda que ela se aproxime dele ou tente tocá-lo;

Continua depois da publicidade


Se o bebê demonstrar que está se sentindo à vontade durante a sua conversa com a babá, coloque-o no chão e dê a ele o brinquedo favorito, ainda afastado da babá. Convide-a então para lentamente se aproximar e começar a brincar com o mesmo brinquedo. Se você notar que o bebê está gostando da presença dela, pode começar a se afastar gradualmente.


Observe o que acontece se você sair da sala. Se o bebê não notar que você se retirou é porque a apresentação ocorreu conforme o desejado.


Mesmo que o bebê comece a chorar, quando você sair, é provável que ele acabe se distraindo em poucos minutos. Telefone da rua e certifique-se de que ele está bem.


Lembre-se: para que o bebê se acostume com a babá é necessário dar um tempo para que ele se habitue à profissional, possa reagir a ela e criar algum laço enquanto você ainda está no mesmo ambiente.


O pediatra explica que os passos descritos acima também podem ser utilizados quando a mãe quiser aproximar o bebê de um adulto que não convive muito com a criança, como, por exemplo, parentes ou amigos que cuidarão do bebê por algumas horas.


"Os adultos tendem a 'sufocar' os bebês desta idade, se aproximando rapidamente, conversando muito ou querendo logo tirá-los do colo da mãe. Nesses casos, a mãe deve e pode interferir, explicando que o bebê precisa de um tempo para se acostumar com a presença de estranhos e que tudo correrá bem se a aproximação for feita gradualmente", afirma Huberman.


Qualidades essenciais a uma babá

Possuir ética profissional;
Ser limpa e organizada;
Manter o bebê limpo e alimentado;
Gostar de preparar os alimentos do bebê;
Ter prazer em acompanhar o ritmo do bebê;
Ter criatividade e ser divertida. É importante verificar se a babá sabe brincar com o bebê, prendendo a atenção durante a saída da mãe;
Conversar com o bebê de forma amorosa. O bebê aprende novos vocabulários e se sente amado;
Ter paciência e ser compreensiva. Não se sentir desprezada pelo bebê quando ele chora por falta da mãe. Saber controlar a situação com atenção e carinho;
Acariciar o bebê. O "toque" é importante para transmitir segurança;
Comunicar aos pais o que aconteceu durante um espaço de tempo, como, por exemplo, se o bebê caiu, se está com o intestino solto ou sem fome.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade