Pesquisar

Canais

Serviços

Quando a associação do hormônio com a pessoa é negativa, isso estimula os sentimentos negativos, como o ciúme e a inveja - Reprodução
Continua depois da publicidade
Estímulos

"Hormônio do amor" também pode provocar inveja

Redação Bonde
30 nov 2009 às 10:52
Continua depois da publicidade

A substância oxitocina, mais comumente conhecida como o "hormônio do amor" é associada a provocar confiança, empatia e até generosidade com relação as outras pessoas. Porém, uma pesquisa feita pela Universidade de Haifa, em Israel, sugere que, mais do que isso, o hormônio do amor também pode desperta a inveja.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Segundo os pesquisadores, o hormônio serve de gatilho para influenciar sentimentos sociais. Quando a associação com a pessoa é positiva, a oxitocina desencadeia comportamentos sociais positivos. Já quando a associação é negativa, o hormônio estimula os sentimentos negativos, como o ciúme e a inveja.

Continua depois da publicidade


A doença da paixão

Durante o estudo, 56 pessoas inalaram uma versão sintética do hormônio ou um placebo (combinação falsa). Depois, eles participaram de um jogo que encorajava sentimentos de inveja e entusiasmo. Os participantes que inalaram o hormônio relataram níveis elevados de inveja e entusiasmo, quando comparados a quem inalou placebo. Porém, os resultados foram apontados somente durante o jogo.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade