Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Confira

Dez tendências de coloração para os cabelos no outono-inverno

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
30 abr 2024 às 19:10
- Reprodução/Canva
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Com a chegada do outono-inverno, chega também a época das roupas mais fechadas e, assim, o rosto ganha mais detaque nas produções. Considerando isso, a época é ideal para mudar a cor dos cabelos.  


Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade

Para escolher a cor ideal para a transformação, a coordenadora técnica da Yamá Cosméticos, Marisa Russo, selecionou as 10 maiores tendências capilares de tonalidades e técnicas de coloração para o outono-inverno 2024.

Leia mais:

Imagem de destaque
Estreia recente

Peças da marca de Sasha Meneghel custam de R$ 230 a R$ 3.190

Imagem de destaque
Alerta

Peeling de fenol deve ser feito por médico habilitado, diz sociedade médica

Imagem de destaque
Arrase!

Do curto boy bob aos longos com muitas camadas, veja tendências de cabelos para o outono e o inverno

Imagem de destaque
Viralizou

Head spa, técnica que une tratamento capilar e massagens, também promete aliviar estresse


Novidades para as loiras

Publicidade

A coordenadora conta que, nesta época, é comum que os castanhos e ruivos ganhem destaque, no entanto, há também espaço para as loiras e platinadas, já que o frio ajuda por diminuir as idas á praia e piscinas, que normalmente atrapalham a vida das loiras. "Mas é preciso tomar cuidado com os banhos muito quentes para não ressecar a fibra capilar", conta a profissional.


Pensando nessas pessoas, a profissional destaca três tendências: A primeira é a "Chantilly", ou seja, os cabelos descoloridos no tom de um creme de chantilly batido. Para chegar nesse resultado, a cabeleireira ensina que é necessária uma descoloração global até altura 10.0, seguida por uma matização. 

Publicidade


Em segundo lugar, está a tendência do "Vanilla Chai", um loiro acinzentado que mistura algumas nuances de castanho e raízes escuras. "Essa opção é ideal para quem deseja se manter loira, mas com menos idas ao salão para fazer a manutenção".


Em terceiro lugar, os cabelos "Latte" estão fazendo sucesso nas redes sociais, Marisa Russo explica que para conseguir a tonalidade de um doce de leite com pequenos pontos de luz, a pedida é a Yamá Professional Color Nano Infusion no tom 7.31.

Publicidade


Créditos: Divulgação 


Morenas e Ruivas

Publicidade

As tonalidades clássicas do outono-inverno contam com algumas novidades e o retorno de algumas tendências do passado. A profissional destaca que o "Marsala" está de volta, enquanto o "Vermelho Canela" é o grande destaque. 


Para as morenas, os cabelos escuros ganham uma base mais esfumada que garante mais dimensão ao look. Outra opção é a tendência marrom avermelhado, conhecido como "Mahogany Glow". "O Vermelho Canela é um ruivo puxado para o marrom, já o Mahogany Glow é quase o oposto", explica Marisa. 

Publicidade


Quem busca uma opção mais moderna, o vermelho vibrante da tendência "Cherry Violet" já apareceu na cabeça de muitas famosas, como as cantoras Priscilla Alcantara e Rosalía. "Já para quem é mais clássica, talvez a grande protagonista deste outono-inverno seja a tendência do Castanho Vintage, inspirado nas divas dos anos 50 e 60, como Audrey Hepburn e Sophia Loren. Esqueça os fundos azulados e invista numa totalidade escura e fria, quase matte", conta.


Créditos: Divulgação

Publicidade

Créditos: Divulgação 


Créditos: Divulgação 


Dica final  

Para finalizar, Marisa Russo, ressalta que cabelo saudável é cabelo bonito. "Mudar o visual faz muito bem para a autoestima, mas antes de sentar-se na cadeira do salão é importante perguntar sobre a manutenção da cor. Algumas técnicas exigem visitas frequentes ao cabeleireiro e cuidados especiais, outras são ideais para quem busca praticidade. Tudo é uma questão de encontrar a melhor opção para você e sua rotina”, finaliza.


Imagem
Confira dicas de pediatras de como evitar quedas de crianças
O número de internações de crianças menores de 10 anos em consequência de quedas passou de 335 mil nos últimos dez anos. Somente no ano passado, mais de 33 mil crianças nessa faixa etária foram internadas por esse motivo em hospitais do SUS.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade