Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Acúmulo de trabalho

Contabilistas reclamam de prorrogação da entrega de declaração de IRPF

Vitor Ogawa - Grupo Folha
10 mai 2022 às 08:41
Continua depois da publicidade

Desde que a Receita Federal publicou no Diário Oficial da União a prorrogação de prazo para a entrega da Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda das Pessoas Físicas, da Declaração Final de Espólio e Declaração de Saída Definitiva do País para o dia 31 de maio, os escritórios de contabilidade têm reclamado da medida, já que precisam lidar com o acúmulo de trabalho com as declarações de imposto de pessoas jurídicas. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Marcelo Odetto Esquiante, presidente da Sescap-LDR (Sindicato das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações, Pesquisas e de Serviços Contábeis de Londrina e Região) ressaltou que toda prorrogação de prazo é complicada para os escritórios de contabilidade. “Os escritórios se preparam para entregar as declarações até o dia 30 de abril, logo essa prorrogação de prazo só acaba atrapalhando. Nós ligamos para o cliente e como eles viram o noticiário da prorrogação, eles acabam deixando a entrega da documentação mais para frente. Esse é o mal do brasileiro. É um costume ruim, pois mesmo prorrogando acaba postergando a entrega de todos os documentos para depois.”

Continua depois da publicidade


Ele ressaltou que todos os contadores gostariam de entregar tudo até o dia 29 abril e se programaram para isso. “Nos últimos anos, em virtude da pandemia de Covid-19, estava tendo restrição e os órgãos não estavam atendendo. Para este ano, se a Receita Federal tivesse mantido o prazo, os escritórios teriam dado conta do recado. Mas com essa prorrogação o cliente relaxa mesmo.” 


Questionado qual o percentual de clientes que habitualmente entrega a documentação no prazo, mas acabou postergando a entrega do material, ele afirmou que não pode responder pelos outros escritórios, mas pode medir pelos seus clientes. “Eu tiro por mim, que entreguei 70% das declarações de meus clientes até o dia 30 de abril, mas quase 30% de meus clientes ainda não entregaram”, observou. 


Leia mais na Folha de Londrina.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade