Pesquisar

Canais

Serviços

- Guarda Municipal/Londrina
Continua depois da publicidade
Mudança no Efetivo

Convocação do concurso da GM de Londrina terá 20% das vagas dedicadas para mulheres

Pedro Marconi - Grupo Folha
17 jun 2022 às 15:33
Continua depois da publicidade

A Prefeitura de Londrina publicou nesta semana, via diário oficial, uma mudança no edital do concurso da GM (Guarda Municipal), que havia sido publicado no início deste mês. A alteração traz três novos subitens para o artigo que trata da convocação e agora define que o chamamento dos candidatos para assumirem as vagas levará em conta o quantitativo de servidores ativos para que a corporação tenha, pelo menos, 20% do efetivo ocupado por mulheres. O concurso oferta 35 vagas e as inscrição são pelo site cops.uel.br

Continua depois da publicidade


A retificação foi feita após questionamento durante o período de impugnação e não muda as datas das provas e nem os prazos das próximas etapas previstas. Segundo a secretária municipal de Recursos Humanos, a modificação não significa uma cota para mulheres, assim como existe para as pessoas com deficiência e afro-brasileiros. 


“O estatuto das guardas municipais, por meio de lei federal, remete a uma lei municipal, que diz que o município deve dispor de percentual de mulheres no quadro efetivo. Nossa lei municipal indica que sempre que possível deve haver 20% no quadro da guarda. Essa leitura é feita no ato de convocação, ‘puxando’, por exemplo, uma mulher a mais na lista para balancear e atender o percentual”, explicou Julliana Faggion Bellusci. 


Atualmente, o quadro da corporação tem 18% de mulheres entre os cerca de 310 agentes. “Fizemos a retificação no edital para que o processo seja indubitável e na hora da convocação as pessoas não tenham dúvida”, defendeu. As inscrições para o concurso foram abertas no dia dez e vão até quatro de julho. As provas objetiva e discursiva serão aplicadas em oito de agosto pela Cops (Coordenadoria de Processos Seletivos) da UEL (Universidade Estadual de Londrina). 


Continue lendo na Folha de Londrina.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade