Pesquisar

Canais

Serviços

Reprodução/Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Cortes na ciência dificultam

Escrita acadêmica: Estudo mostra passo a passo para estudantes brasileiros se tornarem pesquisadores

Redação Bonde com MF Press Global
10 out 2021 às 10:00
Continua depois da publicidade

Um estudo feito pelos pesquisadores professor Cassio Hartmann, professor Gabriel César Dias Lopes, professor Fábio da Silva Ferreira Vieira e professor Bensson V. Samuel, pela Logos University International, UniLogos, nos Estados Unidos e publicado na CPAH Scientific Journal of Health, tem como objetivo ajudar os estudantes brasileiros a confeccionar artigos científicos para serem pesquisadores. Para quem lê em inglês, o artigo está disponível neste link

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Os especialistas revelam um dos segredos: “o bom planejamento é uma das características mais importantes de uma pesquisa científica de qualidade. Mesmo que não assegure o sucesso do artigo, monografia, dissertação de mestrado ou tese de doutorado, planejar confere à pesquisa boa qualidade.”  

Continua depois da publicidade


O trabalho dos especialistas facilita o acesso ao conhecimento, mesmo diante da falta de investimentos no setor. De acordo com dados recentes do Relatório de Ciências da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), 80% dos países do mundo investem menos de 1% de seu PIB (Produto Interno Bruto) em P&D (Pesquisa e Desenvolvimento). 

  

Continua depois da publicidade

Apesar de ter ocorrido um aumento de 20% nos investimentos globais em ciência e tecnologia entre os anos de 2013 e 2018, há uma desigualdade demarcada pela excessiva concentração em alguns países. Desses 20%, 63% representam investimentos de China e Estados Unidos somados. 


O Brasil destina cerca de 1,15% de seu PIB em P&D. Entre 2014 e 2018, período analisado no Relatório, o total aplicado em ciência diminuiu quase 16%, com queda de 50% no orçamento do MCTI (Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações).  


Os estudantes vão enveredar no cenário da escrita acadêmica, que deve ter uma estruturação do desenvolvimento bem estruturada por etapas - do início do planejamento, desde o projeto até a conclusão do trabalho.   

Continue lendo