04/06/20
22º/12ºLONDRINA
PUBLICIDADE
|
Saiba mais

Governo nomeia 69 professores para UEL

O governador Carlos Massa Ratinho Júnior assinou, nesta quinta-feira (12), a autorização para nomeação de 263 docentes para as Universidades Estaduais de Londrina (UEL), Maringá (UEM), Ponta Grossa (UEPG), do Oeste do Paraná (Unioeste), do Norte do Paraná (UENP) e do Paraná (Unespar). De acordo com a autorização, a UEL receberá 69 professores; a Unioeste, 59; UEM (55); UEPG (47); Unespar (21) e UENP (12).

UEL


Os 69 professores nomeados para a UEL se referem aos aprovados em concurso público realizado em 2015, para várias áreas do conhecimento. De acordo com informações da Prorh (Pró-reitoria de Recursos Humanos), o concurso ofertou ao todo 88 vagas. Todas as etapas do certame foram cumpridas como seleção, homologação, convocação e processo de nomeação. Alguns candidatos, no entanto, conseguiram a nomeação definitiva junto à Justiça. Os demais foram nomeados oficialmente nesta quinta-feira e devem iniciar as atividades o mais breve possível, atendendo aos nove Centros de Estudos.

Saulo Ohara/Grupo Folha
Saulo Ohara/Grupo Folha


"O ato do Governador é de fundamental importância para resolver um tema que se arrastava desde o ano de 2014, reforçando a confiança que o governo tem no trabalho das universidades e a importância das instituições. A ação também garante que as universidades estaduais cada vez mais possam se conectar com as demandas regionais, induzindo e promovendo o desenvolvimento do Estado", destacou o superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona.

Durante a cerimônia, o governador também anunciou o recredenciamento institucional da UEM, UEL, UEPG, Unicentro e Unioeste. O procedimento, que é requerido pelo Conselho Estadual de Educação e coordenado pela Seti (Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior), ocorre a cada dez anos e busca garantir a continuidade das ações de ensino, pesquisa, extensão e inovação tecnológica ofertadas pelas instituições.

Para receber o recredenciamento as universidades passam por uma avaliação que envolve quatro etapas: Organização Institucional; Políticas, Normativas e Práticas Institucionais para o Ensino (Graduação e Pós-Graduação), Pesquisa e a Extensão; Corpo Social; e Infraestrutura. As comissões de avaliação são formadas por membros que possuem experiência e vivência no meio acadêmico.

O ato de recredenciamento marca a inserção formal das universidades dentro da nova regulação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional de 1996. A Seti constituiu comissões verificadoras com professores experientes que avaliaram as 5 universidades resultando em um parecer favorável ao recredenciamento. "O processo também foi importante para promover debates internos sobre os rumos que as universidades devem seguir nos próximos anos", destacou o superintendente Aldo Bona.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Conteúdo relacionado:
Em 14 cursos
UEL abre inscrições para 205 vagas remanescentes do vestibular 2020
Na noite de sexta
Laboratório da UEL é atingido por princípio de incêndio
Bom exemplo em Londrina
Cursinho dentro da PEL 2 prepara detentos para Vestibular da UEL
Continue lendo
Literatura clássica
Nova tradução de Machado de Assis nos EUA esgota em um dia
03/06/2020 16:26
Novas diretrizes
MEC aprova aulas aos sábados e no período de férias para cumprir carga horária escolar
03/06/2020 15:22
Estudo da UEL
A pandemia sob o olhar do historiador: como o presente será contado no futuro?
03/06/2020 12:15
História da cidade
Biblioteca Pública é tombada como Patrimônio Cultural de Londrina
03/06/2020 11:40
Carga horária
MEC permite incluir atividades a distância no calendário do ano letivo
02/06/2020 16:20
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados