Pesquisar

Canais

Serviços

Vivian Honorato/N.Com
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Animais ajudam

Secretaria do Ambiente de Londrina inicia ações do projeto-piloto Cães na Escola

Redação Bonde com N.Com
22 out 2021 às 15:58
Continua depois da publicidade

A Sema (Secretaria Municipal do Ambiente), por meio da DBEA (Diretoria de Bem Estar Animal), está desenvolvendo o projeto Cães na Escola, que terá sua primeira atividade realizada nesta sexta-feira (22), a partir das 14h, no Ceebja (Colégio Estadual) Herbert de Souza, na Vila Nova, área central. O novo projeto da Sema consiste em inserir animais que hoje vivem em abrigos ao ambiente escolar, com atuação tanto na rede municipal de ensino como nas unidades estaduais.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Segundo a DBEA, estudos observacionais apontam que a convivência com animais, principalmente cães e gatos, diminuem o estresse e podem ajudar a produzir serotonina, neurotransmissor que atua positivamente nas emoções humanas, promovendo um ambiente escolar mais prazeroso e propiciando ao animal momentos de atenção e carinho familiar aos quais não costuma ter acesso vivendo em um abrigo comunitário, por mais cuidados que o mesmo receba.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


Neste projeto, que inicia de maneira experimental, as visitas serão acompanhadas por servidores que atuam na DBEA, que aproveitarão esta interação para reforçar quais são os cuidados necessários para manter a saúde e o bem-estar animal e divulgar a legislação vigente de proteção da fauna doméstica.


As visitas serão conduzidas por professores e uma psicóloga da própria Sema, que trabalharão junto a coordenadores e professores das unidades, e, posteriormente, com os alunos, conforme as características de cada modelo pedagógico.


De acordo com a professora da DBEA, Daniele da Costa, a iniciativa é uma forma de aproximar os trabalhos desenvolvidos pela Sema da população de Londrina, além de auxiliar no desenvolvimento de práticas que resultem no melhor desempenho escolar e social. 

Continua depois da publicidade


“A intenção é trabalhar com alunos do ensino regular, de todas as faixas-etárias, bem como com alunos da educação inclusiva e da modalidade EJA (Educação de Jovens e Adultos), entre outros projetos. Trata-se de um projeto inédito com essa finalidade e que pode render ótimos frutos, fortalecendo ainda mais a interação entre o Município e a comunidade escolar”, disse.


A professora ainda ressaltou que serão levados às escolas animais que aguardam por adoção, dóceis e bem cuidados, que tenham comportamento compatível para convívio nestes ambientes. 


“Muitas pesquisas e experimentos mostram que cães e gatos podem melhorar muitos aspectos de convivência, sendo positivo para o desenvolvimento das crianças. É importante enfatizar que este modelo de projeto é aplicável não apenas no âmbito escolar, mas para todos os públicos e idades, trazendo apenas benefícios aos animais e a quem convive com eles”, concluiu.


Na primeira intervenção, que irá ocorrer nesta sexta-feira (22), a partir das 14h, o trabalho será apresentado ao corpo docente do colégio Herbert de Souza, que avaliará a metodologia para então poder aplicá-la com os alunos. Na visita, serão levados dois cães pela Sema até a unidade escolar, e, inicialmente, está prevista a participação de alunos da EJA lá matriculados.


Os animais aptos a participar da dinâmica de educação assistida deste projeto também estão aguardando para serem adotados. Quem tiver interesse em saber mais sobre este processo pode acessar o site https://portal.londrina.pr.gov.br/bem-estar-animal/adocao-de-animais, ou ligar para o telefone (43) 3372-4775.

Continue lendo