02/04/20
32º/19ºLONDRINA
PUBLICIDADE
|
Polêmica

Com patrocínio de ditador, Beija-Flor é a campeã do carnaval do Rio de Janeiro

A Beija-Flor é a campeã do carnaval do Rio de Janeiro deste ano. Homenageando a Guiné Equatorial, um país de 700 mil habitantes situado na África e governado há 35 anos por um ditador, a escola fez um desfile luxuoso e tecnicamente correto.

A escola teria recebido R$ 10 milhões do governo guiné-equatoriano para adotar o enredo - nenhuma das partes confirma o valor. O país é um dos maiores produtores de petróleo do continente africano. Só uma autoridade do país homenageado desfilou: Benigno-Pedro Matute Tang, embaixador de Guiné Equatorial no Brasil. Outros integrantes do governo, entre eles o vice-presidente, Teodoro Nguema Obiang Mangue, o Teodorín, filho do presidente, acompanharam o desfile de um camarote particular, de onde Teodorín acenou bastante quando o embaixador passou sobre o carro alegórico.


Raphael David/ Riotur
Raphael David/ Riotur


Identificada com enredos sobre a cultura africana, a Beija-Flor usou o enredo para enaltecer aspectos da natureza e da cultura do país homenageado, sem menção ao governo do ditador. Algumas alas tinham coreografias inspiradas em danças africanas.
Agência Estado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Alívio
Anitta e namorado têm resultado negativo e aproveitam isolamento em Angra
01/04/2020 17:47
Adiado
Festival João Rock remarca edição 2020 para setembro
01/04/2020 15:00
Veja!
Artistas recriam capas de discos para promover distanciamento social
01/04/2020 11:48
BBB 20
Prior diz que se arrepende de atitudes e votos; Ivy e Giselly celebram
01/04/2020 11:06
Efeitos da Pandemia
Sony adia suas principais estreias de cinema para 2021
01/04/2020 10:10
Veja mais e a capa do canal