Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução
Continua depois da publicidade
'Chico implorou para voltar'

Viúva de Chico Anysio critica Globo após volta da "Escolinha do Professor Raimundo"

Redação Bonde
29 dez 2015 às 10:02
Continua depois da publicidade

Malga Di Paula utilizou uma conta no Instagram dedicada à Chico Anysio para lamentar o fato de a Globo não ter atendido ao desejo do humorista de voltar com a "Escolinha do Professor Raimundo". O programa, que foi ao ar até 2001, voltou em nova versão em novembro deste ano, mais de três anos depois da morte do artista.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

"Professor Raimundo, personagem preferido de Chico Anysio. Sua ‘Escolinha’ ficou no ar por décadas e, para seu desgosto, foi retirada do ar três meses antes de completar 50 anos. Durante dez anos antes de sua partida, Chico praticamente 'implorou' para o programa voltar. Ele nunca mais teve a oportunidade de interpretar o personagem que mais amava. A desculpa era que ‘aquele humor era velho'. Chico nunca concordou com isso, e a prova de que ele estava certo está aí: a ‘Escolinha’ voltou", desabafou.


Atualmente, o humorístico está no ar nas tardes de domingo na Globo e tem feito sucesso com o público. Neste fim de semana, registrou 16 pontos de média na Grande SP.


O time da nova "Escolinha" é composto por Ângelo Antônio (Joselino Barbacena), Betty Gofman (Dona Bela), Dani Calabresa (Catifunda), Ellen Roche (Capitu), Evandro Mesquita (Armando Volta), Fabiana Karla (Cacilda), Fernanda de Freitas (Marina da Glória), Fernanda Souza (Tati), Kiko Mascarenhas (Galeão Cumbica), Lucio Mauro Filho (Aldemar Vigário), Marcelo Adnet (Rolando Lero), Marcius Melhem (Seu Boneco), Marco Ricca (Pedro Pedreira), Marcos Caruso (Seu Peru), Maria Clara Gueiros (Cândida), Mateus Solano (Zé Bonitinho), Otaviano Costa (Ptolomeu), Otávio Müller (Baltazar da Rocha), Rodrigo Sant'Anna (Batista) e Bruno Mazzeo, filho de Chico Anysio, como Professor Raimundo.



O programa estreou na emissora em 1990 e ficou no ar até maio de 1995, retornando à grade em 1999 como parte do "Zorra Total", onde continuou até 2000. Em 2001, seu último ano, voltou ao formato original. Além da reprise de alguns episódios em março de 2012, após a morte de Chico Anysio, a Globo também mostrou no "Vídeo Show" edições diárias de até 10 minutos do humorístico entre dezembro de 2014 e abril de 2015.

Continua depois da publicidade


Chico Anysio morreu por falência múltipla de órgãos no dia 23 de março de 2012, aos 80 anos. Seu último pedido foi que parte de suas cinzas fossem espalhadas sobre sua cidade natal, Maranguape, e o restante sobre os estúdios da Central Globo de Produção (Projac).

(Com informações do Na Telinha)


Compartilhar nas redes:

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade