Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Com estrelas de Hollywood

Apple revela seu próprio serviço de streaming

Agência Estado
25 mar 2019 às 16:13
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Apple lançou o seu serviço de streaming dentro do aplicativo da Apple TV, o TV+. Chega no segundo semestre em mais de 100 países sem preço ainda detalhado.


O serviço conta com programação original - na apresentação nomes steven Spielberg, J.J. Abrams, Octavia Spencer, Reese Witherspoon, Damien Chazelle e Ron Howard apareceram em um vídeo Spielberg apareceu para falar sobre Amazing Stories, seu novo seriado.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Reese Witherspoon, Jennifer Aniston e Steve Carell apareceram para falar sobre seu novo programa, o The Morning Show.

Leia mais:

Imagem de destaque
Trend do momento

'Calma, calabreso', meme que causou treta no BBB 24, vira fantasia no Carnaval de rua

Imagem de destaque
Eita!

Conversa de WhatsApp com funcionários da Jovem Pan vaza no ar e surpreende espectadores

Imagem de destaque
Criminalidade

Brasileiros criam e exportam vírus que desvia transferências em mais de 60 bancos

Imagem de destaque
Mais fake news

Publicações em redes sociais indicam ivermectina contra dengue; não há eficácia comprovada


A seguir vieram Jason Momoa e Alfre Woodard para apresentar um programa sem título sobre pessoas que não podem enxergar. Depois o palco foi tomado por Kumail Nanjiani para falar sobre Little America, uma série que promete contar histórias de imigrantes nos EUA.

Publicidade


Garibaldo, da Vila Sésamo, apareceu para dizer que a Apple terá um programa infantil sobre programação com os bonecos coloridos. JJ Abrams e Sara Bareilles anunciaram o seriado Little Voice, sobre uma jovem cantora perseguindo seu sonho.


Por fim, a apresentadora Oprah Winfrey surgiu no palco e levantou a plateia para revelar que está trabalhando em dois documentários para a plataforma: Toxic Labor, sobre assédio sexual no trabalho, e uma série sobre saúde mental ainda sem nome. Ao encontrá-la no final da apresentação, Tim Cook, chefão da Apple, tinha lágrimas nos olhos.

Publicidade


"Pelas pessoas que trouxemos aqui, isso mostra o quanto levamos a sério nossos serviços", disse o executivo.


Mais Apple TV

Publicidade


Além disso, o app da Apple TV passou por uma reforma. O serviço agora reúne a programação de canais a cabo, filmes do iTunes e conteúdo de serviços de streaming em um único aplicativo. A interface lembra a do app da Netflix.


A ideia é reunir diferentes serviços em um único local, embora o pagamento continue separado. Estão presentes HBO, Showtime, Starz, Hulu e outros. Netflix e Amazon Prime Video não foram citados. Não está claro se haverá descontos nas assinaturas individuais de cada um dos serviços.


O foco em serviços, e não em dispositivos, é a aposta da Apple para continuar crescendo. A venda de iPhones, que hoje representa 62% da receita da companhia nos EUA, caiu 15% no último ano. A falta de inovações expressiva nos últimos modelos e os altos valores cobrados pelos aparelhos foram fatores determinantes para a queda. Por outro lado, em seu último trimestre fiscal, a Apple celebrou a receita de US$ 10,9 bilhões, com margem de 62%, de sua divisão de serviços.

Na semana passada, a MPAA (Motion Picture Association of America), entidade que representa a indústria do cinema americano, o streaming atingiu a marca de 613,3 milhões de assinantes em todo o mundo, contra 556 milhões de contas da TV a cabo.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade