Pesquisar

Canais

Serviços

- Divulgação
Continua depois da publicidade

Ex-coelhinha da Playboy promete abalar alta sociedade

Redação Bonde
13 nov 2009 às 14:29
Continua depois da publicidade

Uma história de sexo, luxo, jogo e tragédias é contada no livro autobiográfico que a ex-coelhinha da Playboy, Laila Saleh, deve lançar em breve.

Continua depois da publicidade

O livro conta em detalhes os envolvimentos românticos e empresariais de João Gonçalves (Jonhny) e de sua família (proprietária da indústria Copag), com quem Laila viveu maritalmente na década de 80.


Nos bastidores de uma das famílias mais ricas do Brasil, Laila sabia das jogadas comerciais, diga-se de passagem "nada politicamente correta", assim como do dia-a-dia familiar, que envolvia traições, prisões, entre muitos outros escândalos, sempre dentro do chamado "grande estilo".


Personagens de famílias como Ermírio de Moraes, Alcântara Machado, Gutierrez, Street, Civita e Mena Barreto fazem parte do livro.


"Além da bela história de amor entre uma jovem de 24 anos e um empresário rico de mais de 80 anos, o livro mostra a realidade empresarial vivida na década de 80 no Brasil. A desestabilidade econômica levou grandes homens de negócios fazerem até remessas ilegais de dólares ao exterior, por exemplo. A história nos faz entender um pouco este contexto do país naquela época, além do fascínio de conhecermos um pouco mais sobre a vida de famosos", afirma o sociólogo inglês, J. Cook.

Continua depois da publicidade

"Quis escrever apenas a história da minha vida. Todos os fatos fazem parte de um enredo verdadeiro, vivido por mim e por Jonhny (João Gonçalves). É uma história de amor, vibrante, que tem como cenário o misterioso e glamouroso mundo da alta sociedade paulista, mas quem conheceu de perto sabe que nem tudo que reluz é ouro e que há muita podridão por debaixo dos tapetes persas", conta Laila Saleh.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade