Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução/Instagram
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Saiba mais

Shakira, depois de Bob Dylan e Neil Young, vende direitos de suas músicas

Folhapress
13 jan 2021 às 16:11
Continua depois da publicidade

A cantora colombiana Shakira vendeu 100% da participação em seu catálogo musical para o fundo de investimento britânico Hipgnosis Songs –o mesmo que, na semana passada, comprou os direitos autorais de Neil Young. O acordo, anunciado nesta quarta-feira (13), inclui todas as 145 canções compostas pela artista em seus 25 anos de carreira.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Segundo o jornal espanhol El País, porém, suas músicas continuarão sendo administradas pela gravadora Sony por mais sete anos.

Continua depois da publicidade


Num comunicado enviado ao jornal, Shakira disse que ser compositora é uma conquista que considera igual e até maior do que ser cantora e artista.


"Sei que a Hipgnosis será uma ótima casa para o meu catálogo e estou muito feliz por fazer parceria com esta empresa, que valoriza verdadeiramente os artistas e suas criações e é uma aliada para compositores que se importam profundamente com a vida de suas canções", escreveu.

Continua depois da publicidade


Nas redes sociais, a empresa que comprou o catálogo deu as boas-vindas à artista e falou sobre a importância dela para a música mundial.


"O que ninguém deve desprezar é que Shakira é uma das compositoras mais sérias e bem-sucedidas dos últimos 25 anos, tendo escrito ou coescrito praticamente todas as músicas que ela já gravou", disse o fundador da empresa, Merck Mercuriadis, na publicação.


Vencedora de três prêmios Grammy e 12 troféus no Grammy Latino, Shakira vendeu mais de 80 milhões de discos, o que faz dela uma das cantoras de maior sucesso da América Latina.


Além disso, a colombiana integra a restrita lista das três artistas femininas que superaram a marca de 2 bilhões de visualizações no YouTube. Hoje, sua composição "Waka Waka (This Time for Africa)", tema da Copa do Mundo de 2010, registra mais de 2,7 bilhões de reproduções.


Com isso, a compositora de hits como "Hips Don't Lie", "Loca" e "Gypsy" se torna a mais recente artista a vender a participação em suas músicas –uma lista que vem crescendo rapidamente nos últimos meses.

Na última quarta-feira (6), o músico canadense Neil Young anunciou a venda de metade da participação em suas 1.080 músicas para o mesmo Hipgnosis Fund. Antes dele, em dezembro do ano passado, a Universal Music comprou o catálogo com 600 canções de Bob Dylan.


Continue lendo