Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Minha Fama de Mau

Tremendão revela-se uma pessoa doce e engraçada

Redação Bonde
22 out 2009 às 17:32
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Em 'Minha Fama de Mau', Erasmo Carlos conta suas divertidas memórias, da infância humilde à consagração como ídolo do rock.

O livro conta como o menino criado pela mãe, superou todas as limitações e o preconceito da Zona Sul carioca, consagrando-se, junto ao amigo Roberto Carlos, como o porta-voz sentimental de milhões de pessoas. Não só um ícone da MPB, Erasmo é também, como diz a letra de Amigo, uma pessoa doce, engraçada e generosa.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Um artista deliciosamente humano que, por meio de suas memórias, conta as dificuldades e alegrias da juventude marcada pelo fenômeno da Jovem Guarda e da fama tão inesperada como explosiva.

Leia mais:

Imagem de destaque
Vencedores

Pulitzer premia livros sobre Palestina, feminicídio e biografia de King

Imagem de destaque
Obra extensa

Por onde começar a ler Paul Auster, expoente prolífico da literatura morto nesta terça

Imagem de destaque
Entenda

Jabuti veta livros que usam inteligência artificial e deixa de premiar obras de ciências

Imagem de destaque
Enfezado Nunca Mais

Caravana do cocô vai levar história de estados brasileiros por meio da saúde intestinal


No começo de tudo, era quase impossível prever que tanto sucesso chegaria. De estoquista de loja de sutiãs a carregador de tijolos refratários, Erasmo fez de tudo até alcançá-lo ? Experiências frustradas que o convenceriam de que seu destino definitivamente era trabalhar com música.

Publicidade


Ele veio ao mundo para topar qualquer parada. Erasmo Carlos não só venceu os muitos desafios que o destino colocou no seu caminho, como se tornou um dos primeiros popstars brasileiros.


Aos 68 anos, quase seiscentas composições e muitos prêmios depois, Erasmo se mostra tão à vontade no texto quanto nos tempos da Jovem Guarda. As amizades, cultivadas ao longo de décadas, continuam firmes. A família é representada pelos filhos Gil, Gugu e Léo, que formam junto ao pai ?os quatro homens dependentes?, de quem fala na música "Mulher", de 1981. Personificada, essa mulher seria Nara, sua esposa por 16 anos e ainda fonte de inspiração.

Publicidade



Serviço:


'Minha Fama de Mau'

Publicidade


Autor: Erasmo Carlos


Editora: Objetivo

Publicidade


Ano: 2009


Edição:1

Publicidade


368 páginas


Preço: R$ 35,90

Pré-Venda para dia 28 de outubro


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade