Pesquisar

Canais

Serviços

- Pixabay
Não perca!

Projeto Música na Biblioteca apresenta recital 'O violino em solo no Brasil'

Redação Bonde com N.com
22 jul 2021 às 14:40
Continua depois da publicidade

Nesta sexta-feira (23), o projeto Música na Biblioteca traz o recital "O Violino em Solo no Brasil”, com o violinista e maestro Alessandro Borgomanero. A iniciativa é uma parceria entre as Bibliotecas Públicas Municipais de Londrina e a Mostra de Música de Câmara. A apresentação será transmitida às 18h30 no canal de Youtube das Bibliotecas Públicas Municipais de Londrina.

Continua depois da publicidade


No programa, Alessandro Borgomanero interpreta obras de Ricardo Tacuchian e Marcos Salles. Por meio do projeto "Violino em solo no Brasil”, ele faz um panorama da composição brasileira no século XX, com obras importantes para o instrumento. Além disso, o recital também homenageia Johann Sebastian Bach, cuja obra tem sido inspiração para a maioria dos compositores para violino solo, no decorrer da história.

Continua depois da publicidade


O recital foi originalmente transmitido durante a 9ª Mostra de Música de Câmara, em dezembro de 2020, que teve o patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Promic (Programa Municipal de Incentivo à Cultura).


A coordenadora de Atendimento, Programação e Extensão, da Secretaria Municipal de Cultura, Tatiane Batista dos Santos, disse que o projeto Música na Biblioteca é importante para continuar formando públicos e proporcionar eventos de qualidade, entretenimento e lazer, principalmente para quem está passando mais tempo em casa, por conta da pandemia. Segundo ela, o formato virtual do evento permite alcançar um público diversificado.

Continua depois da publicidade


Sobre o violinista


Alessandro Borgomanero nasceu em Roma, mas passou a infância e adolescência em Curitiba. Formou-se com o título de mestre em 1992, na Escola Superior de Música Mozarteum, em Salzburg, na classe do violinista Ruggiero Ricci, e continuou seus estudos com os renomados violinistas Boris Belkin, Salvatore Accardo e Rodolfo Bonucci. Apresentou-se como solista frente a orquestras importantes por todo o mundo, inclusive no Brasil.

Borgomanero coletou, por três anos, obras escritas por compositores brasileiros para violino solo, no intuito de realizar recitais e, quem sabe, um CD. Ele tem se apresentado em recitais solo em diversas cidades e mostrado obras pouco tocadas e conhecidas do público, em um recital que é virtuosístico e, ao mesmo tempo, didático. O violinista estreou esse formato de apresentação em Goiânia, em 2017, e o levou a São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Campos do Jordão, Florianópolis, Londrina e Maceió.


Continue lendo