Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Em Londrina

O Ballet de Londrina abre o festival de dança amanhã

Redação - Folha de Londrina
28 jul 2003 às 17:25
Continua depois da publicidade

O palco é o alvo dos bailarinos, que entregam-se em maratonas de até oito horas diárias de ensaios pelo prazer de colocar os corpos em movimento. Desta terça a domingo, centenas deles chegam à cidade para participar do ''1º Festival de Dança de Londrina'' cuja abertura inclui apresentação de espetáculo, lançamento de livro e CD, exposição de artes plásticas e show musical.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

A solenidade inaugural começa às 20 horas com a apresentação da montagem ''...à Cidade'' pela companhia Ballet de Londrina. A produção é de 1996. Foi pinçada do repertório como parte das atividades comemorativas do aniverário de 10 anos do grupo. ''Na hora de escolher, optamos por uma coreografia curta que se adequasse à programação de eventos do dia. Ela só tem 20 minutos de duração'' - diz o diretor e coreógrafo Leonardo Ramos.


O espetáculo, que tem música de Astor Piazzola, lança um olhar sobre o movimento das ruas das grandes cidades. ''É como se você estivesse dentro de um carro e observasse tudo com um olho relaxado: as cores, os encontros e desencontros das pessoas, tudo o que há de bom e ruim nos centros urbanos incluindo a sensualidade e o risco de viver'' - explica o diretor.


A tradução desses códigos resultou, segundo ele, numa coreografia sem pausas calcada num ritmo forte e em gestos até violentos que exigiram uma grande concentração do elenco de 12 bailarinos. ''Na época'' - salienta - ''estávamos em busca de uma linguagem própria dentro de uma perspectiva contemporânea da dança. Quem acompanha nosso percurso, vai perceber que há grandes diferenças em relação ao que fazemos hoje''.


Quando esteve em temporada, ''...à Cidade'' foi vista 140 vezes pelas mais diversas platéias, levando o Ballet municipal para três turnês brasileiras e viagens a Cuba, Peru e Argentina. Foi o quinto trabalho da companhia que já ostenta 14 montagens no currículo.

Continua depois da publicidade


Além do espetáculo de abertura, a programação do Festival traz outras atrações, entre elas o lançamento do livro ''Giselle - O Vôo Traduzido (da lenda ao balé)'', do escritor e crítico de dança do Jornal do Brasil Roberto Pereira.


Na obra, o autor escava a trajetória de Giselle, a lenda eslava que se tornou um dos balés mais executados em todo o mundo. A pesquisa revisita o drama da noiva traída, que morre de desgosto e transforma-se na figura mítica de uma willi (um espírito traído), que volta para atormentar o seu amado forçando-o a dançar até a morte. O painel examina toda a literatura temática até desembocar no célebre balé romântico.


Ao longo da semana, Pereira participa ainda de uma palestra, uma mesa-redonda, uma oficina de crítica de dança e um bate-papo dirigido para bailarinos adolescentes. Além dele, outro convidado especial do Festival é o músico e professor do Departamento de Artes Corporais da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) Divanir Antonio Gattamorta, que chega nesta terça-feira para lançar o CD ''Música Dança Contemporânea''.


O CD reúne material sonoro elaborado para auxiliar professores, pesquisadores e profissionais da área de dança. Às 22 horas, ele se apresenta no bar Valentino. Completando a programação de amanhã, o artista plástico londrinense Edson Massuci abre a exposição ''Movimento em Blue'' no Cine Teatro Ouro Verde, reunindo 3 telas e 25 esculturas produzidas em resina, cristal e jornal como modelos de estudo de movimentos de dança. Toda a programação de hoje tem entrada franca.

Serviço:
Abertura do 1º Festival de Dança de Londrina, com o espetáculo ''...à Cidade''. Terça-feira, às 20 horas, no Cine-Teatro Ouro Verde (Rua Maranhão, 85). A programação inclui também lançamento do livro ''Giselle - O Vôo Traduzido'', de Roberto Pereira, e do CD ''Música Dança Contemporânea'', de Divanir Antonio Gattamorta, além da exposição ''Movimento em Blue'', com telas e esculturas de Edson Massuci. A entrada é franca


Compartilhar nas redes:

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade