25/01/21
Três apresentações

Premiada "Caranguejo Overdrive" estreia nesta quarta-feira no FILO

O premiado "Caranguejo Overdrive" chega a Londrina para três apresentações no FILO nesta terça (6) e quarta-feira (7). "Caranguejo Overdrive", premiado espetáculo que Aquela Companhia de Teatro (RJ), conta a história de Cosme, ex-catador de caranguejos no mangue carioca da metade do século XIX. Os ingressos à venda na bilheteria do Royal Plaza Shopping ou pela internet: www.filo.art.br ou site Disk Ingressos, por R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia-entrada).

Ganhadora do Prêmio Shell (nas categorias melhor autor/Pedro Kosovski, diretor/Marco André Nunes e atriz/Carolina Virguez), a montagem tem três apresentações programadas na Divisão de Artes Cênicas da Casa de Cultura da UEL.


Convocado para integrar as forças brasileiras na Guerra do Paraguai, Cosme enlouquece no campo de batalha, volta ao Rio de Janeiro e encontra uma cidade em grande transformação. Mergulhado na guerra, ele sofre um colapso. De volta à cidade onde nasceu, encontra um Rio de Janeiro em convulsões urbanísticas – uma cidade, para ele, irreconhecível e com sabor de exílio.

Divulgação/FILO
Divulgação/FILO


Em seu retorno, o ex-combatente procura o Mangue – a parte da cidade então chamada Rocio Pequeno, hoje a Praça 11 - e se emprega na construção do canal que representou a primeira grande obra de saneamento do Rio. Mais uma vez é presa de uma crise – abandona tudo, vaga pela noite, mergulha no delírio. Apanhado por uma tempestade dessas tão conhecidas dos cariocas, ele se torna enfim um caranguejo.

Em "Caranguejo Overdrive", o geógrafo pernambucano Josué de Castro e seu clássico "Geografia da Fome" alimentam a interface com outro momento brasileiro singular, o movimento Manguebeat de Chico Science e sua fusão de música eletrônica e tambores de maracatu. A música em cena compõe a performance, com Felipe Storino (guitarra e direção musical) à frente. São todas canções/trilhas originais, dialogando com a performance dos atores. "É uma dramaturgia musical no atravessamento entre teatro e música", define Pedro Kosovski, autor do texto. "Construímos o espetáculo através de um processo aberto, que se renova a cada ensaio, onde atores e músicos são também criadores", diz Marco André, o diretor.

As relações entre teatro e literatura marcam Aquela Cia. desde "Projeto K.", primeira montagem do grupo em 2005, a partir da vida e obra de Franz Kafka. Nesses anos de trabalho, a companhia dialogou com Goethe e seu Jovem Werther, com Herman Hesse e seu O Lobo da Estepe, com James Joyce e seu Retrato do Artista Enquanto Jovem – entre outros.

Essa abordagem contemporânea dos clássicos levou ao diálogo com a cultura pop. Em montagens como "Outside" e "Cara de Cavalo", Aquela Cia. traz à ribalta música e espetacularidade em abordagens originais e surpreendentes para obras de David Bowie e Hélio Oiticica. Em "Edypop", Édipo, o mais pop dos heróis gregos se encontra com John Lennon, o mais trágico dos artistas pop.

Nesta terça, o espetáculo estreia em Londrina a partir das 20h30, e na quarta-feira em dois horários: 18h30 e 21h30. A apresentação acontece no palco da Divisão de Artes Cênicas Casa de Cultura UEL, na avenida Celso Garcia Cid,205.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
Continue lendo
Confira!

3ª edição do Festival Canto Escondido será neste domingo, 24

22 JAN 2021 às 17h58
Saiba mais

Coala Festival terá Maria Bethânia, Gal Costa, Alceu Valença e Black Alien

22 JAN 2021 às 16h42
Mais previsões?

Semelhança entre figurino de Kamala Harris e Lisa da série 'Os Simpsons' chama a atenção

22 JAN 2021 às 16h10
Confira!

Ex-BBBs deixaram o anonimato para ser de artista a político

22 JAN 2021 às 15h58
Treta!

Felipe Castanhari diz que Marcius Melhem quer censurar quem apoia Dani Calabresa

22 JAN 2021 às 15h24
Confira!

Vencedora do BBB 20, Thelma Assis vai para Manaus ajudar no combate à Covid-19

22 JAN 2021 às 15h04
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados