Pesquisar

Canais

Serviços

Bebê levado da maternidade

Advogado de Robinho é Pedrinho, vítima de um sequestro histórico e que inspirou a novela 'Senhora do Destino'

Folhapress
02 abr 2024 às 12:30
- Reprodução/Instagram
Publicidade
Publicidade

O ex-jogador de futebol Robson de Souza, o Robinho, tem uma equipe de defesa com seis advogados. O grupo, que pertence ao escritório Alckmin Advogados, trabalha para rever a condenação dele a nove anos de prisão no Brasil por um estupro coletivo na Itália, em 2013, e um dos profissionais é chamado por seus colegas de "Doutor Pedrinho".

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque

Campeonato Brasileiro começa com árbitros e gramados em xeque

Imagem de destaque
Em entrevista

Iza acha que está esperando uma menina e diz que teve sangramento no início da gravidez

Imagem de destaque
Duelo de campeões

Time misto dá conta do recado, e Palmeiras bate Vitória no Brasileiro

Imagem de destaque
Série A

Com gol no fim, Flamengo bate Atlético-GO em jogo de expulsões e VAR

A alcunha de Pedro Júnior Rosalino tem a ver com a sua história. Ele é o bebê que foi sequestrado logo após o parto em 1986, em Brasília, e o drama de sua família serviu como uma das inspirações para a novela "Senhora do Destino", de Aguinaldo Silva, exibida na Globo em 2004. Na trama, Maria do Carmo (Susana Vieira) busca por anos a filha Maria Lindalva (Carolina Dieckmann), roubada quando criança. Já adulta, ela é encontrada como Isabel, criada pela vilã Nazaré Tedesco (Renata Sorrah).

Publicidade


Pedrinho nasceu em 20 de janeiro de 1986, e horas depois foi levado dos braços da mãe Maria Auxiliadora Rosalino por uma mulher que se apresentou com assistente social do Hospital Santa Lúcia, na Asa Sul de Brasília. Ela era Vilma Martins Costa, que sequestrou o bebê para criar como seu filho e deu o nome de Osvaldo Borges Júnior.


Em 2002, um exame de DNA confirmou que o menino era filho de Maria Auxiliadora e Jairo Braule Pinto após uma parente de Vilma desconfiar que o adolescente seria o bebê raptado há 16 anos. Vilma chegou a negar o crime, mas depois confessou e, na época, pegou 15 anos de prisão, já que os investigadores também descobriram que ela criava uma menina tomada de outro casal quando bebê, em 1979.


Em julho de 2003, o rapaz se mudou para a casa dos pais biológicos e adotou o nome de Pedro Júnior Rosalino Braule Pinto. Hoje aos 38 anos, ele é advogado formado pelo UniCeub (Centro Universitário de Brasília), casado e pai de duas crianças. A reportagem entrou em contato com o escritório Alckmin Advogados para comentar o caso, mas não obteve resposta.


Imagem
Eliana não renova contrato e deixa o SBT após 15 anos
A apresentadora Eliana decidiu não renovar o seu contrato com o SBT e deixará os domingos da emissora de Silvio Santos no próximo mês de junho. Foram 15 anos na emissora.


Imagem
John Textor, dono do Botafogo, faz acusações sem provas contra Palmeiras e São Paulo
O empresário americano John Textor, proprietário do Botafogo, afirmou, sem provas, que ao menos cinco jogadores do São Paulo manipularam a goleada de 5 a 0 sofrida no jogo contra o Palmeiras
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade