Pesquisar

Canais

Serviços

Anfitriões

África do Sul bate Nova Zelândia e assume segundo lugar

Agência Estado
17 jun 2009 às 17:59
Publicidade
Publicidade

A África do Sul se recuperou do decepcionante empate por 0 a 0 com o Iraque e conseguiu sua primeira vitória na Copa das Confederações ao bater a Nova Zelândia por 2 a 0 nesta quarta-feira. Com o resultado, a seleção da Oceania já está eliminada da competição.

Já a África do Sul assumiu o segundo lugar do Grupo A, com quatro pontos, dois a menos do que a Espanha, já classificada. As duas seleções se enfrentam no sábado. No mesmo dia, a Nova Zelândia enfrenta o Iraque, que tem um ponto e luta pela última vaga da chave nas semifinais.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A África do Sul começou a partida pressionando a Nova Zelândia, que tinha dificuldades para se defender e não conseguia passar do meio-de-campo. Nos minutos iniciais, a equipe de Joel Santana errou muitos passes e finalizou com Parker e Modise, mas sem levar muito perigo.

Leia mais:

Imagem de destaque
12h

Dorival Jr convoca seleção brasileira para Copa América na sexta-feira

Imagem de destaque
Pressionado

Flamengo vai ao Chile em jogo decisivo pela Libertadores

Imagem de destaque
Contra o Nacional

Em 'maratona', Corinthians precisa vencer na Sul-Americana

Imagem de destaque
Veja vídeo

Carol Portaluppi posta vídeo do pai, Renato Gaúcho, sendo resgatado de enchente no Rio Grande do Sul


A primeira boa oportunidade da África do Sul surgiu aos 16 minutos, em chute rasteiro de Pienaar, defendido por Moss. E o gol não demorou para sair. Aos 20 minutos, Masilela fez jogada individual pela esquerda e cruzou para Parker, que chutou de primeira e abriu o placar.

Publicidade


Apesar da vantagem, a África do Sul continuou superior, enquanto a Nova Zelândia só conseguia finalizar em jogadas de bola parada. Aos 31 minutos, Parker quase marcou o segundo gol. O atacante driblou um adversário e chutou forte. Moss espalmou para escanteio.


Aos poucos, a Nova Zelândia passou a ser mais ofensiva e conseguiu equilibrar o duelo. Mas a última chance de gol do primeiro tempo foi da África do Sul, com Mokoena, que cabeceou para fora, após cobrança de falta aos 40 minutos.

Publicidade


A seleção da casa manteve o domínio no segundo tempo da partida contra a Nova Zelândia, com grande controle da posse de bola. Aos dois minutos, Booth finalizou para fora. E o segundo gol saiu aos seis, em jogada semelhante ao do primeiro. Masilela desceu pela esquerda e cruzou para Parker completar para as redes: 2 a 0.


Em vantagem, a África do Sul seguiu com o controle da partida e diminuiu o ritmo, tocando a bola no meio-de-campo. E mesmo assim conseguiu chegar com perigo. Aos 17 minutos, Parker, de cabeça, obrigou Moss a fazer boa defesa. Em seguida, Masilela finalizou para fora.

A Nova Zelândia tentava avançar ao ataque, mas só conseguia finalizar de fora da área, sem dar trabalho ao goleiro Khune. Nos minutos finais, a África do Sul perdeu a chance de conseguir um placar dilatado ao desperdiçar chances de gol com Tshabalala e Mashego.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade