Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Real Madrid

Ancelotti cria novo jeito de jogar para Vini e Rodrygo e anima Dorival

Lucas Musetti Perazolli e Thiago Arantes - UOL/Folhapress
26 abr 2024 às 17:00
- Reprodução/Twitter
Publicidade
Publicidade

Carlo Ancelotti não aceitou o convite da CBF, mas pode ajudar a seleção brasileira do técnico Dorival Júnior.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade

Ancelotti criou uma variação de jogo para Vini Jr e Rodrygo no Real Madrid. A situação anima Dorival.

Leia mais:

Imagem de destaque
Brasil

Vini Jr gosta de jogo grande e tem Copa América para virar chave na seleção

Imagem de destaque
Balanço

Para Abel, Palmeiras melhorou sem Endrick e cia., mas Dudu terá de remar

Imagem de destaque
Campeonato Brasileiro

Como Tite e comissão do Flamengo pilharam jogadores para buscar gols no fim

Imagem de destaque
Reformulação

Brasil estreia na Copa América em busca de nova identidade


O treinador italiano tem utilizado Rodrygo pela esquerda e Vini pelo meio com alguma frequência. A opção foi tentada por Dorival nos amistosos contra Inglaterra e Espanha.

Publicidade


Sem Richarlison e com Endrick ainda no banco, Dorival tentou adaptar Vini e Rodrygo sem um centroavante, mas o pouco tempo de treino fez a variação não render conforme esperado.


Ancelotti usar formação semelhante pode encurtar o caminho da seleção para a Copa América. Vini e Rodrygo já chegariam prontos.

Publicidade


A formação com Rodrygo pela esquerda e Vini Jr. mais livre foi usada nas quartas de final da Champions League, contra o Manchester City.


No clássico diante do Barcelona, os dois voltaram à formação com Vini na esquerda e Rodrygo pela direita; Jude Bellingham era o jogador mais livre no campo ofensivo.

Publicidade


Vini Jr. se consagrou no Real Madrid jogando pela esquerda e já disse a pessoas próximas que prefere jogar nesta faixa do campo. O jogador viu a mudança como algo pontual.


No Real Madrid, acredita-se que Ancelotti esteja testando variações já pensando na provável chegada de Kylian Mbappé -o francês atua pela esquerda, mas também como centroavante.

Publicidade


E O ENDRICK?


Dorival usou Lucas Paquetá, Raphinha, Rodrygo e Vini nos amistosos da Europa. Endrick entrou no segundo tempo e fez gol em ambos os jogos.

Publicidade


O treinador vai analisar o desempenho da seleção nos treinos, mas a tendência é que mantenha a formação inicial, com Endrick ainda como opção entre os reservas.


Lucas Paquetá é o meia titular na cabeça de Dorival, e Raphinha tem função tática importante pela direita. Com Endrick no time titular, Vini e Rodrygo ficariam cada um numa ponta, jogando mais distantes um do outro.


Uma alternativa seria colocar Endrick pelo lado, como o técnico Abel Ferreira faz no Palmeiras. O futuro jogador do Real Madrid foi adaptado para o centroavante Flaco López jogar.


A seleção brasileira vai disputar dois amistosos antes da Copa América: México e Estados Unidos, nos dias 8 e 12 de junho. A estreia na competição ocorrerá contra a Costa Rica, no dia 24.


Imagem
Romário treina com America e brinca sobre contagem de gols: 'Vou estar ali'
Romário fez o primeiro treino com o America na tarde desta quinta-feira (25), na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Aos 58 anos
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade