Pesquisar

Canais

Serviços

Eliminatórias

Antony é desconvocado da Seleção após acusação de violência doméstica

Folhapress
04 set 2023 às 20:11
- Lucas Figueiredo/CBF
Publicidade
Publicidade

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) anunciou nesta segunda-feira (4) que o atacante Antony, 23, foi desconvocado dos dois primeiros jogos da seleção brasileira pelas Eliminatórias, contra Peru e Bolívia. A decisão foi tomada pela cúpula da entidade em conjunto com a comissão técnica liderada por Fernando Diniz após a publicação de uma reportagem do UOL com detalhes de uma acusação de violência doméstica contra o jogador feita pela ex-namorada dele, a DJ e influencer Gabriela Cavallin, também de 23 anos.


"Em função dos fatos que vieram a público nesta segunda-feira (04/09), envolvendo o atacante Antony, do Manchester United, e que precisam ser apurados, e a fim de preservar a suposta vítima, o jogador, a seleção brasileira e a CBF, a entidade informa que o atleta está desconvocado", diz trecho do comunicado divulgado pela confederação.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Para o lugar dele, a entidade informa que o atacante Gabriel Jesus foi chamado. Ele estava na lista de 36 jogadores previamente enviadas pela CBF à Fifa (Federação Internacional de Futebol).

Leia mais:

Imagem de destaque
Novidades

Após reformulação, revelações da base do Londrina EC ganham espaço

Imagem de destaque
4 anos e meio de prisão

Condenação de Daniel Alves é medida exemplar contra o machismo, diz vice-presidente da Espanha

Imagem de destaque
Relação não foi consentida

Daniel Alves: Ex-jogador é condenado a 4 anos e meio por estupro

Imagem de destaque
Momento de brilhar

Copa do Mundo Palhano: a experiência profissional que todo jogador amador sonhou um dia


A investigação contra Antony já era pública no dia 18, quando ele foi convocado por Diniz. Nesta segunda, porém, parte do conteúdo que faz parte do inquérito contra o jogador foi divulgada, com áudios e fotos apresentados pela acusação.

Publicidade


Um dos vídeos do inquérito mostra uma lesão que expôs os ossos dos dedos da mão de Gabriela, no que teria sido a última agressão do atleta.


De acordo com a DJ, a primeira agressão física ocorreu quando ela estava grávida, em férias no Brasil, em 1º de junho de 2022. E teria sido motivado por uma crise de ciúme.

Publicidade


"Ele falou que, se eu não ficasse com ele, eu não ficaria com ninguém. Que eu estava grávida de um filho dele. Ou eu ficaria com ele ou morreriam eu, ele e nosso filho. Eu falava para ele que estava grávida, que ele estava me assustando, fazendo meu coração acelerar. Tremia de medo", disse a DJ ao UOL.


Gabriela perdeu o bebê após cerca de 16 semanas de gravidez, no dia 21 de julho, ainda de férias no Brasil.


DEFESA


Em texto divulgado em seu Instagram, o jogador negou as acusações. "A cada momento, seja em depoimento ou em entrevista, ela apresenta uma versão diferente das acusações. Assim, venho veementemente negar as acusações feitas e informar que permaneço à inteira disposição das autoridades brasileiras para esclarecer o que for necessário", escreveu.


Imagem
Londrina EC regulariza situação de Barbio, que fará sua estreia contra o Ceará
O atacante William Barbio será a grande novidade do Londrina na partida contra o Ceará, na quarta-feira (6), pela 27ª rodada
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade