Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Crise

Dirigente promete reação após reunião no Palmeiras

Agência Estado
20 nov 2009 às 15:18
Continua depois da publicidade

O Palmeiras se reapresentou nesta sexta-feira, dois dias após a derrota para o Grêmio por 2 a 0 e a briga entre Maurício e Obina, que deixaram o time em crise, com uma longa reunião entre a diretoria, a comissão técnica e os jogadores. Após o encontro, o gerente de futebol Toninho Cecílio prometeu que o time do Palestra Itália vai reagir no Campeonato Brasileiro.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

"A reunião foi para discutir o daqui para frente, para o que vamos fazer no futuro. O Palmeiras tem a obrigação de reagir. Todos nós temos uma parcela de responsabilidade pelo que está acontecendo", prometeu o dirigente, garantindo que o time vai reagir contra o Atlético Mineiro, em jogo válido pela penúltima rodada do Brasileirão.

Continua depois da publicidade


Toninho Cecílio evitou avaliar as últimas ações da diretoria e garantiu que o foco ainda é a conquista do título nacional. "Para nós o campeonato não acabou. Vamos fazer um balanço no final. Já tiraram o Palmeiras da briga pelo título, mas aqui, internamente, não desistimos".

O dirigente voltou a criticar a briga entre Maurício e Obina, considerando que os jogadores não pensaram nas consequências para o Palmeiras. "Eles colocaram a vontade deles acima dos objetivos do clube. Poderiam ter a mesma discussão dentro do vestiário, o que cansei de ver. Ali dentro de campo não. Tiveram um momento de destempero e isso é inadmissível", afirmou.


Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade