Pesquisar

Canais

Serviços

Satisfeito

Dunga elogia seleção e diz que goleada foi justa

Agência Estado
23 jun 2009 às 14:11
Publicidade
Publicidade

Se o técnico Dunga é conhecido pelo mau humor quando a seleção brasileira tem sua atuação contestada, neste sábado ele não teve motivos para se preocupar em responder às perguntas dos jornalistas após a goleada por 4 a 0 sobre o Uruguai. O resultado surpreendente, que quebrou um tabu de 33 anos sem vitórias do Brasil em Montevidéu, deixou o treinador tranquilo, e sobraram elogios à seleção.

Para Dunga, o triunfo por quatro gols de diferença refletiu o que foi o jogo. "Acho que foi justo, porque ganha aquele que joga futebol", afirmou o técnico, que definiu a atitude do Brasil em campo como a "chave" para a goleada. "Foi uma vitória boa. Nossos jogadores mostraram força, raça e técnica", elogiou Dunga. Segundo o comandante da seleção, "uma equipe que faz quatro gols foi equilibrada", contestando a tese de que o Brasil foi muito pressionado.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


Os gols de Daniel Alves, Juan, Luís Fabiano e Kaká realmente deixaram Dunga satisfeito. Os elogios continuaram após a goleada em Montevidéu. "Acho que é fruto da conscientização dos atletas brasileiros de dar o melhor de si", definiu. E o treinador também não esqueceu de ressaltar a atuação do sistema defensivo, que teve a zaga formada por Juan e Lúcio, considerados titulares da seleção. "A nossa defesa se comportou muito bem."

Leia mais:

Imagem de destaque
Sem acelerar

Palmeiras usa Bruno Henrique de exemplo por cautela em recuperação de Dudu

Imagem de destaque
Crise

Torcida do Flamengo dá trégua a Tite, mas mantém diretoria no alvo após vitória

Imagem de destaque
São Paulo

Zubeldía volta ao MorumBIS com moral e tem problema por 1ª vitória em casa

Imagem de destaque
Entenda

Diferença do Palmeiras no Allianz e em Barueri é evidente

Além dos elogios aos brasileiros, Dunga lembrou também que o desempenho dos uruguaios não foi bom. Para ele, o Uruguai se comportou melhor no primeiro jogo que fizeram pelas Eliminatórias, em São Paulo, ainda em 21 de novembro de 2007. "O Uruguai deu muito mais trabalho para a gente no Morumbi, onde jogou muito mais que hoje (sábado)", disse o treinador. "Hoje sofremos muitas faltas", afirmou, se referindo ao jogo duro dos adversários.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade