Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Final da Eurocopa

Espanha admite preocupação com Balotelli

Agência Estado
29 jun 2012 às 13:31
Publicidade
Publicidade

Os jogadores da seleção espanhola admitiram nesta sexta-feira que estão preocupados com a revanche contra a Itália e o atacante Mario Balotelli, domingo, na final da Eurocopa. As duas equipes empataram por 1 a 1 na primeira rodada da fase de grupos do torneio continental e agora voltam a se enfrentar na decisão, marcada para o Estádio Olímpico de Kiev.


Depois desse duelo, a Espanha não sofreu sequer um gol nesta Eurocopa. Mas os dois gols feitos por Balotelli na semifinal contra a Alemanha, vencida pela Itália por 2 a 1, deixam os espanhóis temerosos. "Seria uma mentira dizer que eu não estou preocupado com eles, mas não estamos obcecados", disse o lateral e zagueiro Sergio Ramos.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Eles estão onde estão hoje, por causa da maneira que jogaram", disse o jogador do Real Madrid. "Não podemos começar a nos preocupar com eles, temos que manter a calma e manter a nossa filosofia de jogo", completou o defensor.

Leia mais:

Imagem de destaque
Mais uma

Corinthians se atrapalha por patrocínio máster e descumpre nova promessa

Imagem de destaque
Time treina na Granja Comary

Seleção feminina entra em reta final de preparação para Paris

Imagem de destaque
Entenda

Novo STJD negocia cargos e tem confusão com Textor como herança

Imagem de destaque
Campeonato Brasileiro

As 6 missões mais urgentes para Ramón Díaz resolver no Corinthians


Os gols na quinta-feira confirmaram a recuperação de Balotelli, que teve um começo ruim de Eurocopa, incluindo uma chance clara desperdiçada contra a Espanha. "Ele é um grande jogador e mostrou isso novamente ontem", disse o meio-campista Cesc Fabregas. "Marcar assim na semifinal contra a Alemanha diz tudo. Temos que tentartirá-lo do seu jogo porque ele é um jogador que pode causar problemas".


A Espanha está perto de se tornar a primeira seleção a manter o seu título europeu depois de vencer a Copa do Mundo. A Alemanha Ocidental teve a chance em 1976, mas perdeu para Checoslováquia nos pênaltis. E os jogadores espanhóis admitem que pensam na possibilidade de alcançar tal feito.

"A verdade é que sim, é algo que pensamos", disse Ramos. "Isso é pelo que estamos jogando no domingo, é algo que nunca será superado, como nenhuma outra seleção conseguiu isso antes e temos a chance agora de fazê-lo. Aconteça o que acontecer domingo, a Espanha já fez história, mas, obviamente, quero ganhar esta Eurocopa de novo depois de todo o trabalho que esta seleção fez", finalizou.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade