Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Deu sono!

Espanha joga mal, mas vence França e avança na Euro

Agência Estado
23 jun 2012 às 17:59
Publicidade
Publicidade

Espanha e França, dois do times mais técnicos da Eurocopa, fizeram um jogo fraco neste sábado, em Donetsk. Nenhuma das duas equipes conseguiu impor seu ritmo e quem levou a melhor em Donetsk foi a seleção espanhola, que venceu por 2 a 0, com dois gols de Xabi Alonso. Ele abriu o placar de cabeça no primeiro tempo e fechou a contagem de pênalti no último minuto.

Agora, na semifinal, a Espanha vai mais uma vez medir forças com Portugal, num jogo que, para os portugueses, já é tido como revanche da derrota nas oitavas de final da Copa do Mundo de 2010. Na ocasião os espanhóis venceram por 1 a 0 e seguiram rumo ao título mundial.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Eliminada, a França volta para casa sem ter convencido na Eurocopa. Empatou com a Inglaterra, perdeu da Suécia e conseguiu apenas uma vitória, sobre a Ucrânia. Benzema, que chegou à competição como candidato a artilheiro, vai embora sem ter marcado nenhum gol.

Leia mais:

Imagem de destaque
Saiba mais

Romário tinha atalho para escapulidas e deu roupa para não apanhar em 1994

Imagem de destaque
Conheça a história:

Seleção cravou valor do bicho pelo tetra em guardanapo após trauma de briga

Imagem de destaque
Entenda

Por que o Flamengo pensa em ter um clube na Europa e tem Portugal como alvo

Imagem de destaque
Confusão

Caos na Copa América gera pressão da Fifa em Miami sobre Mundial de Clubes


Nos três primeiros jogos ele ainda tentou bastante (deu 16 chutes a gol), mas, neste sábado, mal apareceu, tanto que não tentou nenhuma finalização. Chutes a gol, aliás, foram raridade em Donetsk, num total de 13, apenas: nove para a Espanha, quatro para a França. Destes, seis foram em direção à meta. Cada goleiro fez uma única defesa.


Ajudou para isso a escalação conservadora da Espanha, sem um atacante de ofício. E, para piorar, Iniesta, David Silva e Fábregas, os três homens mais ofensivos, jogaram mal. O gol foi um achado, aos 18 minutos. Jordi Alba fez jogada individual pela esquerda e cruzou na área. Xabi Alonso, vindo de trás, apareceu sem marcação e cabeceou sem chances para Lloris.

Depois o jogo seguiu truncado, com a Espanha tendo ligeira superioridade. Precisando empatar, a França se lançou ao ataque no segundo tempo e roubou dos rivais a predominância na posse de bola. Já no fim, Pedro foi derrubado na área. Pênalti para Xabi Alonso cobrar e marcar.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade