Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Copa do Brasil

Felipão fará 12ª final no Palmeiras 15 anos após estreia

Agência Estado
22 jun 2012 às 18:31
Publicidade
Publicidade

Luiz Felipe Scolari e Palmeiras chegaram a viver um momento de turbulência nos últimos meses, mas a relação parece ter se estabilizado de novo. E a festa acontece no aniversário de 15 anos desta parceria. Foi no dia 22 de julho de 1997, em Caldas Novas (GO), num amistoso contra o Caldas, que Felipão comandou a equipe alviverde pela primeira vez. Uma década e meia depois, ele celebra a efeméride e também a sua 12.ª final pelo Palmeiras.

"É muito interessante, uma coincidência incrível. Iniciávamos em 1997 uma temporada que iria durar três anos. E agora, no meio da temporada, atingimos um dos nossos objetivos e chegamos a mais uma decisão. É um detalhe que podemos usar como referência em alguma coisa futuramente", comentou o treinador, comemorando ter colocado o clube na final da Copa do Brasil.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


"Fico feliz em ter chegado à minha 12a. final pelo Palmeiras. Sempre trabalhamos para chegar em finais e, de preferência, ganhar", disse o treinador, que retornou ao clube há dois anos e, deste então, não havia chegado a nenhuma decisão.

Leia mais:

Imagem de destaque
Entenda

Como Filipe Luís ajuda na transição para os profissionais do Flamengo

Imagem de destaque
Fica ou sai?

Craque da Copa América e vice-campeão, James reacende dúvida no São Paulo

Imagem de destaque
Pé frio

Harry Kane é vice mais uma vez e vê Inglaterra seguir jejum de 58 anos

Imagem de destaque
Zona de classificação

Derrota em Minas Gerais volta a pressionar o Londrina EC por vaga no G8


Felipão sabe da importância deste momento para reerguer a confiança do torcedor e recolocar o Palmeiras no hall dos campeões. Mesmo assim, ele não se contenta só com a Copa do Brasil e já traça planos para o segundo semestre.


"Nos últimos dois anos, não chegamos em nenhuma final e precisávamos deste momento. Vai ser a primeira desde o meu retorno e espero que a gente chegue em outras. Temos a Copa Sul-Americana e vamos ver se esse grupo também consegue reagir e disputar o Brasileiro em condições até o final."

O treinador soma 389 jogos no comando do Palmeiras, com 187 vitórias, 108 empates e 94 derrotas. Como treinador, só fica atrás de Osvaldo Brandão, com 580 jogos. A primeira passagem, até 2000, durou três anos. Agora, ele tem contrato até o fim de 2012.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade