Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Imbróglio

Flamengo luta agora para cassar liminar de Ronaldinho

Agência Estado
04 jun 2012 às 18:56
Publicidade
Publicidade

A diretoria do Flamengo desistiu de prosseguir com o investida contra o Palmeiras em relação ao suposto aliciamento de Ronaldinho Gaúcho pela direção palmeirense. Como o jogador acertou nesta segunda-feira com o Atlético-MG, o foco dos cartolas flamenguistas agora vai ser a batalha jurídica pela cassação da liminar que rendeu ao astro a rescisão unilateral do contrato com o clube carioca.

Segundo a assessoria da presidente Patrícia Amorim, o Flamengo havia apenas comunicado extrajudicialmente o Palmeiras que buscaria sanções no caso de Ronaldinho assinar com o clube paulista. Mas, como o jogador fechou com o Atlético-MG, a briga agora vai se restringir ao meia-atacante, na tentativa de impedir que ele jogue por outro time.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O Flamengo chegou a ameaçar o Palmeiras com a cobrança de R$ 325 milhões de indenização por um suposto aliciamento de Ronaldinho. A diretoria palmeirense rebateu a acusação flamenguista, negando que tenha negociado com o jogador, e chegou a ironizar o caso, lembrando que foi o clube carioca quem tentou tirar o atacante Kléber do elenco do Palmeiras no ano passado.

Leia mais:

Imagem de destaque
Impediram

Yamal planejava alfinetar Mbappé com máscara após tirar a França da Euro

Imagem de destaque
Atacante

Corinthians sobe proposta por Brian Rodríguez e aguarda resposta do América

Imagem de destaque
Contra o Atlético-MG

São Paulo vai à CBF contra arbitragem em BH e contesta dois lances

Imagem de destaque
Ouça:

Ponte Preta provoca Mirassol, de Yuri Lima, com música de Iza no intervalo de jogo


Alegando atraso no pagamento de salários, Ronaldinho conseguiu uma liminar na Justiça, na última quinta-feira, para romper contrato com o Flamengo. Diante da decisão judicial, o fim do vínculo do jogador com o clube carioca já foi confirmado pela CBF. Assim, ele pode defender normalmente o Atlético-MG quando regularizar sua inscrição na nova equipe.

O presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, explicou nesta segunda-feira que o contrato de Ronaldinho com o clube tem uma cláusula que prevê sua suspensão imediata caso o Flamengo consiga cassar a liminar que permite ao jogador assinar e atuar por outro time. Mas, diante do atraso nos salários do astro, o cartola mostrou confiança de que isso não acontecerá.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade