Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Fonte Nova

Laudo apontava situação precária de estádio em 2001

Redação Bonde
27 nov 2007 às 18:32
Publicidade
Publicidade

A situação precária do estádio baiano Octávio Mangabeira, conhecido como Fonte Nova, já tinha sido atestada em 2005, 2004 e 2001 pelo Corpo de Bombeiros da Bahia.

De acordo com a promotora de Justiça do Consumidor, Joseane Suzart, o laudo apontava problemas na estrutura do estádio, principalmente na movimentação anormal das arquibancadas nos dias de jogos.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Em 2006, o Ministério Público pediu a interdição do estádio, mas a liminar, segundo a promotora, nem chegou a ser apreciada pelo judiciário.

Leia mais:

Imagem de destaque
Saiba mais

Romário tinha atalho para escapulidas e deu roupa para não apanhar em 1994

Imagem de destaque
Conheça a história:

Seleção cravou valor do bicho pelo tetra em guardanapo após trauma de briga

Imagem de destaque
Entenda

Por que o Flamengo pensa em ter um clube na Europa e tem Portugal como alvo

Imagem de destaque
Confusão

Caos na Copa América gera pressão da Fifa em Miami sobre Mundial de Clubes


Além dos problemas estruturais, o laudo também apontava problemas sanitários como falta de água e energia na cantina, o que dificultava a higienização dos alimentos. Entretanto, o que mais chocou a promotora foi a falta de equipamentos preventivos.

Publicidade


"Imagina, no século atual, o estado da Bahia, no seu maior estádio, não dispor de uma precaução de instrumentos que garatem o combate a qualquer evento danoso que pudesse acontecer, como incêndios por exemplo."


No último domingo (25), parte da arquibancada do Fonte Nova cedeu e sete pessoas morreram depois de cair de uma altura de 15 metros, durante o jogo entre o Bahia e o Vila Nova.

De acordo com Joseane, a Justiça deve acelerar o processo para que as famílias das vítimas sejam indenizadas o mais rápido possível. (ABr)


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade