Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Abre dia 10

O que o Corinthians planeja fazer antes da janela de transferências

Bruno Madrid e Flavio Latif - UOL/Folhapress
17 jun 2024 às 13:00
- Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Publicidade
Publicidade

Diante de um elenco já escasso e desfalcado por lesões, convocações para a Copa América e saídas iminentes, o Corinthians planeja alguns ajustes antes da janela de transferências, que tem abertura marcada para o dia 10 de julho.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


OS PLANOS CORINTIANOS

Leia mais:

Imagem de destaque
Diferença na administração

Cássio vê Cruzeiro 'mais organizado' que Corinthians e elogia SAFs

Imagem de destaque
Reforços

Dudu e Felipe Anderson são o copo meio cheio da lesão de Estêvão no Palmeiras

Imagem de destaque
São Paulo

Zubeldía perde laterais e deve acionar 'extremos' em Brasília

Imagem de destaque
Aposentado

Ex-Flamengo, Diego brinca sobre vida de 'pai de jogador'


O alvinegro joga mais seis vezes antes de ser liberado para inscrever novos jogadores: o clube encara Inter, Athletico-PR, Cuiabá, Palmeiras, Vitória e Cruzeiro antes de medir forças com o Vasco, já no dia 10 e com inscrições liberadas.

Publicidade


A diretoria tenta dar uma "cartada" pela permanência de Moscardo. Já vendido ao PSG, o volante está emprestado até o fim deste mês, mas pode ser mantido, de acordo com o executivo de futebol do clube, Fabinho Soldado, e o técnico António Oliveira.


"Ele tem contrato até dia 30. Nós já conversamos. A relação é muito boa com o PSG sobre essa extensão. Ainda não temos a resposta. Está respondendo muito bem, está entrando nos jogos, ele já conhece a casa e não podemos abrir mão de ninguém", afirma Fabinho.

Publicidade


"Não é mantendo sempre as mesmas situações que vamos obter resultados diferentes. As pessoas falam: 'Ah, o Moscardo vai embora...'. Eu não sei se ele vai embora. Ele eventualmente pode até ficar, e para nós seria um reforço", diz o técnico alvinegro.


A situação de Carlos Miguel também é considerada urgente. O Corinthians propôs uma renovação ao goleiro, que está cada vez mais perto de deixar a equipe rumo ao futebol inglês após suceder o ídolo Cássio. Os próximos dias são cruciais para a diretoria definir se vai ou não atrás de nomes para a posição, já que tem apenas Matheus Donelli e Felipe Longo, ambos da base, como reposições no atual elenco.

Publicidade


Outra saída em curso é a de Fausto Vera, que não foi relacionado para o Majestoso do último domingo (16). O volante argentino, que não conseguiu virar titular com António, despertou o interesse do Boca Juniors e do Atlético-MG nas últimas semanas. Uma reviravolta nas negociações, no entanto, ainda é possível.


Por fim, a recuperação de Palacios voltou a virar motivo de incerteza com a lateral-esquerda: contratado para suceder o aposentado Fábio Santos, ele machucou o joelho no fim de janeiro e ainda não atuou em jogos oficiais depois da lesão.


O atleta chegou a ser relacionado contra o Atlético-GO na semana passada, mas teve uma "recaída" e não marcou presença no banco de reservas diante do São Paulo. Para a posição, António tem Hugo e Matheus Bidu, mas uma das prioridades é recuperar o equatoriano o quanto antes.


"Os jogadores têm que ganhar estabilidade durante a semana, e ele [Palacios] tem tido algumas recaídas diante da lesão, que já vem o incomodando desde antes de eu chegar. Quando eu sentir que o jogador está apto e que tem tido uma consistência para eu poder utilizá-lo, vou o trazer mais vezes", afirma o treinador.


Imagem
Brasileiro tem novo líder, duelo de Liberta no Z4 e Felipe Melo agressivo
A rodada do Campeonato Brasileiro foi intensa ao longo do fim de semana.
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade