22/10/20
PUBLICIDADE
Melhores Momentos

Palmeiras empata com o Guaraní-PAR e adia classificação na Libertadores

Cesar Greco / Palmeiras
Cesar Greco / Palmeiras


O Palmeiras manteve a invencibilidade, mas não está mais 100% na Copa Libertadores. Nesta quarta-feira (23), a equipe brasileira empatou em 0 a 0 com o Guaraní-PAR, em Assunção. Se vencesse, teria se classificado por antecipação para as oitavas de final.


O time alviverde continua em situação confortável e na primeira posição do grupo B, com 10 pontos. Pode garantir a vaga na próxima quarta (30), com uma vitória sobre o Bolívar (BOL), no Allianz Parque.

O Palmeiras encontrou dificuldades no primeiro tempo. A bola quase não passou pelos pés de Lucas Lima, que também não buscou fugir da marcação.

Não à toa, os únicos momentos de algum perigo aconteceram em cruzamentos na área ou lançamentos longos. No melhor deles, Felipe Melo achou Gabriel Menino na área, mas o volante não conseguiu controlar a bola.

O Guarani tentou envolver a equipe brasileira com toques curtos e jogadas individuais, especialmente com a criatividade do meia argentino Bautista Merlini. Duas vezes o time paraguaio poderia ter aberto o placar. Gustavo Gómez conseguiu desviar a finalização de Florentín. Fernando Fernández acertou a trave em um chute de fora da área.

Com toques rápidos e movimentação, apesar do estilo aparentemente desengonçado, Fernández confundiu a marcação palmeirense e mostrou se o mesmo atacante que acabou com o sonho do Corinthians em duas Libertadores. Na segunda fase deste ano e nas oitavas de final de 2015 ele anotou gols na Neo Química Arena que classificaram o Guaraní.

O jogo continuou no mesmo ritmo na etapa final, o que fez o técnico Vanderlei Luxemburgo perder a paciência com seus jogadores. Ele colocou Raphael Veiga no lugar de Lucas Lima para ter mais criatividade e Willian na vaga de Luiz Adriano para que a equipe jogassem com maior velocidade.

Wesley, que entrou também durante o segundo tempo, perdeu a melhor chance brasileira, ao tentar encobrir o goleiro Servio. Mas o toque saiu sem direção.

O Guaraní teve novamente as melhores oportunidades, mas foram poucas. Gustavo Gómez, o melhor em campo, controlou Fernandez. Quando a bola chegou ao gol, Weverton fez boas defesas.

Os paraguaios reclamaram um suposto pênalti em desvio da bola feito por Felipe Melo como braço. Sem o recurso do VAR, o árbitro Nestor Pitana mandou o jogo seguir.

GUARANÍ-PAR
Servio; Ramírez, Baéz, Romanã e Benítez; Redes (Maná), Rodrigo Fernández e Morel (Angel Benítez); José Florentín (Domínguez), Merlini e Fernando Fernández. T.: Gustavo Costas

PALMEIRAS
Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Viña; Danilo (Ramires), Gabriel Menino (Bruno Henrique) e Zé Rafael; Lucas Lima (Raphael Veiga), Veron (Wesley) e Luiz Adriano (Willian). T.: Vanderlei Luxemburgo

Estádio: Defensores del Chaco, em Assunção (PAR)
Árbitro: Néstor Pitana (ARG)
Assistentes: Carlos Barreiro e Martín Soppi (URU)
Cartões amarelos: Morel e Romaña (GUA); Wesley (PAL)
Folhapress
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Mata-mata

Londrina recebe o Palmeiras pela Copa do Brasil Sub-20

21 OUT 2020 às 11h04
Melhores Momentos

Santos vira nos acréscimos e derrota Defensa y Justicia

21 OUT 2020 às 09h12
Melhores Momentos

São Paulo goleia Binacional e vai para a Copa Sul-Americana

21 OUT 2020 às 08h49
Melhores Momentos

Athletico perde para o Peñarol em jogo com duas viradas

21 OUT 2020 às 08h31
Pé embaixo

Autódromo de Londrina recebe etapa da GT Sprint Race

20 OUT 2020 às 11h09
Pôlemica

São Paulo pede anulação de jogo contra o Atlético-MG por falha do VAR

20 OUT 2020 às 10h49
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados