Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Duelo de palestras

Palmeiras joga contra o Cruzeiro em casa com a cabeça na decisão de quarta-feira

Agência Estado
21 nov 2015 às 14:53
Publicidade
Publicidade

Se fosse possível, o Palmeiras claramente abria mão de entrar em campo neste sábado para encarar o Cruzeiro, às 19h30, no Allianz Parque. Com chances remotas de brigar por uma vaga no G4, o técnico Marcelo Oliveira deixa de lado o Campeonato Brasileiro e só pensa na decisão da Copa do Brasil, quarta-feira, contra o Santos.

Por isso, o treinador vai escalar um time praticamente reserva neste sábado. Os titulares serão apenas o goleiro Fernando Prass e o volante Arouca, que só vai jogar porque está voltando de contusão e precisa adquirir ritmo de jogo.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


"Por sua tradição e grandeza, o Palmeiras não pode abandonar uma competição, mas chega um momento em que temos que medir a situação e agora ficou mais distante (o G4). Vamos colocar em campo um time forte, mas também pensando em quarta-feira, por isso temos que fazer mudanças", explicou o treinador.

Leia mais:

Imagem de destaque
Diferença na administração

Cássio vê Cruzeiro 'mais organizado' que Corinthians e elogia SAFs

Imagem de destaque
Reforços

Dudu e Felipe Anderson são o copo meio cheio da lesão de Estêvão no Palmeiras

Imagem de destaque
São Paulo

Zubeldía perde laterais e deve acionar 'extremos' em Brasília

Imagem de destaque
Aposentado

Ex-Flamengo, Diego brinca sobre vida de 'pai de jogador'


Embora o time seja bem modificado daquele que vai atuar na quarta-feira, a preocupação de Marcelo é a mesma. Nesta sexta-feira, ele comando um treino tático onde exibiu bastante atenção na marcação e toques rápidos da equipe.


Os principais titulares ficarão no banco neste sábado. As exceções são Robinho, Jackson e Alecsandro, suspensos, e Zé Roberto e Matheus Sales, preservados.

A torcida também parece não estar muito preocupada com a partida. Tanto que até a noite desta sexta-feira foram vendidos apenas 16 mil ingressos. O menor público da arena foi no jogo contra o ASA, quando 17.212 torcedores pagaram para ver o jogo. Vale lembrar que na última vez que o Palmeiras atuou com um time reserva venceu o Avaí, por 3 a 1.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade