Pesquisar

Canais

Serviços

Em nota oficial

Ferrari e mais sete abandonam a F-1

Redação Bonde
18 jun 2009 às 22:48
- Divulgação
Publicidade
Publicidade

A crise se instalou de vez no circo da Fórmula 1. A Associação de Equipes (Fota) divulgou uma nota na noite desta quinta-feira anunciando que as escuderias deixam a categoria para criar um campeonato paralelo a partir do próximo ano. Ferrari, McLaren, Renault, BMW Sauber, Toyota, Brawn GP, Red Bull e Toro Rosso não entraram em um acordo com a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) sobre o teto orçamentário para 2010.

"As equipes não podem continuar a arriscar os valores fundamentais do esporte e não têm alternativa a não ser se preparar para um novo campeonato, que reflita os valores de seus participantes e parceiros. Esta categoria terá um governo transparente, um regulamento, além de encorajar novas inscrições e ouvir os anseios dos fãs, oferecendo ingressos mais baratos. Os melhores pilotos, estrelas, marcas, patrocinadores e promotores historicamente associadas com o mais alto nível do automobilismo estarão na nova categoria" , afirma o comunicado.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


No início da semana, o chefão da Fia, Max Mosley, escreveu uma carta às equipes propondo mudança no regulamento caso elas se inscrevessem para o próximo campeonato. Diante da "oferta", as equipes se reuniram na sede da Renault para discutir se aceitariam ou não a proposta. O veredicto foi claro: não haverá acordo.

Leia mais:

Imagem de destaque
Fórmula 1

As mudanças na pista de Imola e por que pressão explica a Itália ter 2 GPs

Imagem de destaque
Bronny

Filho de LeBron diz não sonhar em jogar com o pai na NBA

Imagem de destaque
MLS

Pabllo Vittar assina nova coleção de uniformes da liga americana de futebol

Imagem de destaque
Jogos Internacionais

NFL define horário de jogo que será na Neo Química Arena


Leia a íntegra do comunicado:

Publicidade


Desde a formação da Fota em setembro, as equipes têm trabalhado unidas e procuraram engajar a FIA e o detentor dos direitos comerciais para desenvolver e melhorar o esporte.


Uma crise financeira sem precedentes colocou diante da comunidade da F1 enormes desafios. A Fota orgulha-se de ter estipulado medidas substanciais de corte de custos, as maiores na história de nosso esporte.

Publicidade


As equipes de fábrica em particular ofereceram assistência aos times independentes, alguns dos quais provavelmente não estariam no esporte se não fossem as iniciativas da Fota. As equipes da Fota concordaram voluntariamente em reduzir seus custos de forma a chegar a um modelo sustentável para o futuro.


Em seguida a esses esforços, todos os times confirmaram à FIA e ao detentor dos direitos comerciais sua disposição de assumir um compromisso até o fim de 2012.

Publicidade


A FIA e o detentor dos direitos comerciais fizeram uma campanha para dividir a Fota.


Os desejos da maioria das equipes foram ignorados. Além disso, dezenas de milhões de dólares dos times foram retidos pelo detentor dos direitos comerciais desde 2006. Apesar disso e da ausência de um ambiente favorável a um compromisso, a Fota genuinamente procurou esse compromisso.

Publicidade


Ficou claro, assim, que as equipes não podem continuar a assumir tal compromisso relativo aos valores fundamentais do esporte, e declinaram de alterar suas inscrições condicionais para o Campeonato Mundial de 2010.


Estas equipes, assim, não têm outra alternativa que não iniciar a preparação para um novo Campeonato que reflita os valores de seus participantes e parceiros. Esta categoria terá uma gestão transparente, um único regulamento, vai encorajar a entrada de novas equipes e escutar os desejos dos fãs, inclusive oferecendo preços de ingressos mais baixos em todo o mundo, assim como a novos parceiros e acionistas.

A maioria dos pilotos, estrelas, marcas, patrocinadores, promotores e companhias historicamente associadas ao mais alto nível do automobilismo estarão todos do lado dessa nova categoria.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade