Pesquisar

Canais

Serviços

32ª edição

Londrina: Brasileirão de Softbol reuniu 900 atletas na Acel

Walkiria Vieira - Grupo Folha
28 ago 2023 às 09:49
- Divulgação/Eduardo Murate
Publicidade
Publicidade

A Acel (Associação Cultural e Esportiva de Londrina) sediou neste fim de semana o 32º Brasileirão de Softbol Interclubes Aberto Masculino e Feminino. A competição reuniu 86 equipes de diferentes clubes do País, duas equipes do Peru e 900 atletas. Durante os dias 26 e 27 de agosto, os 12 campos oficiais ficaram ocupados simultaneamente e as famílias dos atletas prestigiaram o evento, que teve reflexos nos serviços de hotelaria de Londrina.


O Brasileirão é uma tradição na Acel e considerado um dos maiores eventos de softbol do mundo. O campeonato foi disputado em várias categorias, no masculino e no feminino, e contou com jogadores de 18 até os 80 anos que compuseram os times e reforçaram. Mais de 200 partidas envolveram a participação calorosa dos torcedores. Presente desde a primeira edição, Jorge Maruo, 74 anos, é da equipe Central Glória, de Curitiba.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Seus netos, com idade de 19, quatro, três e um ano já integram a terceira geração de softbol e a data do evento está fixada no calendário de eventos da família. "Quando eu comecei estava trabalhando ainda com transporte e dirigia por todo o Brasil. Quando ia chegando perto do campeonato eu já ia mudando a rota, ajustando os compromissos. Na véspera, estacionava meu caminhão aqui na Acel e trocava a boleia pela bola", sorri.

Leia mais:

Imagem de destaque
Tinha câncer

Morre O.J. Simpson, ex-jogador de futebol americano, aos 76 anos

Imagem de destaque
Excelente campanha em 2023

Londrina Futsal estreia em casa neste sábado contra o Pato Branco na Liga Feminina 2024

Imagem de destaque
Será em novembro

GP do Brasil tem ingressos vips esgotados 7 meses antes da corrida

Imagem de destaque
Hipismo

Competidor de Curitiba vence a categoria principal das provas de salto na ExpoLondrina


Em cada placar do grande clube é possível observar os resultados, mas apesar do comprometimento dos times e da competitividade, a confraternização e interação entres os amantes do softbol cumprem papel fundamental no evento - que também ganha um número expressivo de voluntários em todos os setores. Como auxiliares de cozinha, em estandes de apoio a atendimento e em toda a organização lá estão trabalhando e dedicando-se pelo sentimento ao esporte e sua tradição.


CONTINUE LENDO NA FOLHA DE LONDRINA.


Imagem
Brasileirão de Softbol reuniu 900 atletas na Acel
Competição é considerada uma das maiores do mundo na modalidade; alguns times são formados por jogadores de uma mesma família
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade