Pesquisar

Canais

Serviços

- Divulgação/Cadu Photography
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Saiba mais

Moradora de Londrina passa em seleção para trabalhar com chef Jacquin

Caroline Knup* - Estagiária
25 set 2019 às 13:54
Continua depois da publicidade

Erick Jacquin, chef e jurado do programa MasterChef, promoveu na última quinta-feira (19) uma seleção para montar a equipe que vai trabalhar em seu novo restaurante, o Président. Segundo o chef, o espaço deve ser inaugurado já no próximo mês em São Paulo.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Para chamar os profissionais, Jacquin publicou em sua conta no Instagram, na manhã da quarta-feira (18), que o processo seletivo estava aberto e que ele iria realizar as entrevistas pessoalmente com os profissionais.

Continua depois da publicidade


Atenta às redes sociais do chef e fã de Jacquin, Letícia Zandomenichi Pereira, moradora de Londrina, teve a ideia de seguir para São Paulo para tentar a sorte. "Não pensei duas vezes. Fui correndo comprar minha passagem e saí daqui de Londrina às 23h45 da quarta-feira. Com esse horário, eu sabia que daria tempo de chegar a São Paulo e correr para a fila”, contou.


Letícia é moradora de Londrina há apenas seis meses, pois nasceu em Miraselva (Centro-Norte), cidade pequena com cerca de dois mil habitantes. A nova integrante da equipe de Jacquin conta que começou a descobrir seu talento culinário quando ainda era pequena. "Meus avós eram donos da única padaria da cidade e, como fui criada por eles, desde muito pequena sempre tive esse contato próximo com a cozinha. Eu costumava ficar ao redor da minha avó pedindo coisas para fazer, pedia massinha de pão para brincar, queria bater bolo e estar na cozinha o tempo todo. Eu chegava até a atrapalhar!”, recorda Letícia.


Divulgação/Cadu Photography
Divulgação/Cadu Photography


Graças aos avós e à habilidade desenvolvida na padaria da família, a padeira conseguiu encantar o chef francês. "A seleção ia começar às 11h da quinta-feira, mas quando eu cheguei lá, por volta das 10h, a fila já estava dobrando o quarteirão. Havia cerca de 300 candidatos aguardando por uma entrevista”, contou Letícia.

Continua depois da publicidade


Após aguardar cinco horas na fila, a padeira teve sua chance de ser entrevistada pessoalmente por Jacquin, que realizou o mesmo procedimento com todos os outros candidatos que estavam na fila. Sobre o momento da entrevista, Letícia lembra com detalhes a cena que marcou sua história na culinária: "Quando chegou minha vez, informei que andei quase 700 km para chegar até ali e o quão difícil foi encarar aquela fila. Eu logo falei que era padeira e fazia pães artesanais de fermentação natural. Com isso, o Jacquin pegou um papel e desenhou exatamente como ele queria o pão para o novo restaurante. Eu perguntei se poderia mostrar meu trabalho e, quando ele viu, me estendeu a mão e disse 'até que enfim uma padeira! Está contratada!'. Imediatamente comecei a chorar muito sem acreditar que, a partir dali, estaria lado a lado com o chef Jacquin”.



Letícia destaca que um ponto muito importante em sua caminhada foi o apoio que recebeu do marido, Flávio da Silva Pereira. "Ele foi meu maior incentivador e fez questão que eu fosse até a entrevista. Agora, com minha aprovação, ele solicitou transferência para São Paulo e vai me acompanhar nesse sonho”, declara.


Agora, com a nova oportunidade, Letícia afirma que só espera coisas boas da vida. De acordo com a padeira, a maior expectativa para o futuro é dar o seu melhor no trabalho para honrar a oportunidade e fazer com que seu pão seja reconhecido como melhor de São Paulo.

*Sob supervisão de Larissa Ayumi Sato.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade