Pesquisar

Canais

Serviços

- Divulgação
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Anote!

Oito dicas para preparar um churrasco impecável

Redação Bonde com Blog Pão de Açúcar
19 jun 2022 às 14:00
Continua depois da publicidade

Seja calor ou frio, chuva ou sol, o churrasco tem espaço garantido no cardápio de todo brasileiro. Mais do que uma refeição, é um evento social, oportunidade para reunir os amigos e a família em torno de saborosas carnes feitas na brasa.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Há alguns cuidados básicos na hora de fazer um churrasco impecável para que seja um verdadeiro sucesso. Confira aqui as principais dicas:

Continua depois da publicidade


VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DE: Dicas para fazer o churrasco render mais
Truques e receitas para fazer um delicioso churrasco

Sobrou churrasco? Saiba como aproveitar e ter arroz carreteiro, farofa e omelete!


1 - Planeje bem  


O churrasco deve ser bem planejado antes de ser executado - o que significa pensar em todos os detalhes.

Continua depois da publicidade


Uma parte muito importante é o momento de acender o carvão. Para que esteja pronto para grelhar as carnes é necessário, no mínimo, uma hora de contato dele com o fogo. Quando o carvão tiver uma coloração branca – ou cinza clara – é sinal de que está pronto para receber a carne.


Vale lembrar que a carne pode levar mais uma hora para chegar ao ponto ideal de consumo, dependendo do tipo ou corte.


2 - Vá além do sal grosso 


O sal grosso é o principal tempero dos churrascos brasileiros. No entanto, atente-se que é possível ousar um pouco e explorar outros temperos que podem dar muito certo.


Nas peças de fraldinha, por exemplo, o sal pode ser combinado com o tomilho, com azeite de oliva ou até mesmo com a manteiga para deixá-la mais saborosa. A dica é se lembrar de colocar o sal primeiro na carne, esperar um tempo para que seja absorvido, para depois adicionar outros ingredientes.


Outra dica interessante é misturar o sal grosso com um pouco de ervas secas – como sal de aipo, alho e ervas – para dar mais sabor à carne.


Lembre-se que é preciso ter um pouco de atenção na hora de salgar as peças do churrasco:


 - Colocar sal somente no momento de grelhar as carnes (para não perder a suculência);


 - Evitar o excesso de sal em carnes já fatiadas (já que elas absorvem o conteúdo mais facilmente).


3 - Lembre-se dos acompanhamentos 


Um acompanhamento perfeito de churrasco não deve disputar com a carne, nem deve se sobrepor a ela.  


O carboidrato não deve faltar no churrasco. Por esse motivo, as carnes são servidas acompanhadas de farinha, farofa, arroz, pães e batatas.


As batatas, especificamente, são consideradas o acompanhamento perfeito da carne. Se você opta por assá-las na grelha, embrulhadas em papel alumínio por 30 minutos, ficam perfeitas!


A salada de folhas também é excelente. Escolha folhas com sabor mais forte e picante, como o agrião e a rúcula. Evite montar pratos com maionese ou outros ingredientes muito gordurosos. Isso porque as carnes têm um teor mais alto de gordura e, por isso, demandam complementos mais leves.


4 - Prepare alguns molhos  


Você pode escolher servir as carnes acompanhadas de molhos específicos. Um clássico é o vinagrete, que deixa a carne mais saborosa e picante, ou um saboroso molho de chimichurri.


Para prepará-lo:


- Pique dois maços de salsa e uma cabeça de alho;

 - Junte orégano, duas colheres de sopa de molho de tomate, azeite, sal e pimenta a gosto. 

- Reserve por uma hora e sirva.


5 - Use a técnica certa para assar  


O segredo do sucesso no churrasco é saber explorar as técnicas de grelha das carnes para garantir a maciez, suculência e sabor das peças.


De maneira geral, é ideal colocá-las bem próximas da brasa do carvão por um período bem curto – de cinco a 15 minutos. Assim, elas vão selar a superfície e evitar que o interior resseque no preparo. Para quem gosta de carne mal passada, esse pode ser o ponto ideal de certos cortes.


Para peças mais grossas ou mais bem passadas, é necessário transferir para um espaço na grelha mais distante do fogo. Assim, você garante que vão grelhar de forma homogênea.


Um cuidado importante no preparo é com as labaredas de fogo, causadas geralmente por gotas de gordura que podem pingar na brasa durante o aquecimento das carnes. Nunca jogue água para apagá-las: prefira jogar cinzas de um churrasco anterior ou areia para conter a altura do fogo e não perder a brasa.


6 – Acerte o volume de carne por pessoa


Apesar de as pessoas comerem quantidades diferntes de carne no churrasco, é importante saber calcular um volume médio para evitar desperdício.


Geralmente, recomenda-se aproximadamente 400g de carne por pessoa. Some o número de participantes do churrasco e divida o volume total de carne calculado entre os tipos de peça que deseja comprar.


Por exemplo: um churrasco para 10 pessoas precisa ppreparar cerca de 4 kg de carne (preferencialmente dois tipos de entrada e dois tipos de peças maiores). Você pode dividir esses 4 kg em: 1 kg de picanha, 1 kg de fraldinha, 1 kg de frango e 1 kg de linguiça.  


7 – Lista das carnes que não podem faltar


Um bom churrasco conta com as carnes certas. Para ter sucesso, garanta ao menos um dos tipos das carnes abaixo:


Picanha;

Maminha;

Fraldinha;

Frango;

Miolo de alcatra;

Contrafilé;

Costela de boi;

Linguiça;


Na hora de escolher as carnes, procure garantir a boa procedência dessas peças. 


8 – Ouse com frutas e vegetais


Que tal ousar na preparação de outros complementos? Grelhar algumas frutas e vegetais pode ser uma boa ideia para oferecer uma opção diferente para seus convidados.


Algumas frutas, como o abacaxi, a manga, a carambola e a banana combinam bastante com a grelha. Elas podem ser servidas junto com as carnes ou até mesmo como uma sobremesa.


Legumes, como a berinjela, abobrinha e pimentão vão bem à grelha, especialmente se pincelados com um pouco de azeite de oliva e um pouco de sal. São ótimas opções de acompanhamento.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade