Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Conselho

Por que nem sempre você deve promover o seu melhor técnico a gestor

Equipe Caput
18 nov 2016 às 10:42
Continua depois da publicidade

Se você é leitor assíduo deste blog provavelmente já aprendeu quais são os principais erros cometidos pelas empresas na hora de promover um novo líder. Uma das grandes falhas das organizações é alçar o seu melhor profissional técnico a uma posição de gestão como forma de recompensá-lo pelo trabalho bem feito.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Leia mais sobre o assunto Liderança no blog da Caput.

Continua depois da publicidade


Só que nem sempre o colaborador mais preparado tecnicamente será um bom gestor. E o que acontece, na maioria dos casos, é a companhia ter que demiti-lo. Resultado: perde o seu melhor técnico e continua sem um líder.


Isso ocorre com certa frequência porque muitas organizações ignoram a complexidade da transição de uma carreira técnica para uma de gestão, que são completamente diferentes. Também se esquecem de verificar com o próprio profissional se é desejo dele ocupar uma posição de liderança na empresa e, para isso, abrir mão daquilo que mais gosta de fazer enquanto especialista. Você sabe quais as principais características de cada carreira? Confira uma pequena descrição abaixo:

Continua depois da publicidade


Carreira técnica


O profissional que opta pela carreira técnica normalmente se torna um generalista ou especialista em sua área de atuação. Avança na medida em que cumpre atividades operacionais com competência e alcança resultados com os frutos do seu próprio trabalho.


Carreira de gestão


Aquele que prefere seguir uma carreira gerencial, por outro lado, acaba se tornando um empresário ou executivo. Ou seja, vai tocar o próprio negócio ou gerenciar a empresa de alguém. Faz com que sua competência apareça por meio das mãos de outras pessoas.


Agora, veja algumas dicas para não errar na hora de promover um técnico a líder:

– Plano de carreira.
Antes de mais nada, implante dois planos de carreira em sua empresa: um focado na área técnica e outro voltado àqueles que buscam uma carreira gerencial. Assim, vocês conseguirão recompensar quem faz um ótimo trabalho como especialista sem que ele tenha de deixar de fazer o que mais gosta. Existe um grande mito de que, para ser bem-sucedido no trabalho, é necessário construir uma carreira gerencial a qualquer custo. Mas, dependendo do perfil do profissional, a gestão não é o melhor caminho e nem trará satisfação pessoal.

– Converse com o candidato a líder.
Também é fundamental consultar o profissional, candidato a uma vaga de liderança, para saber se ele está disposto a fazer a transição de carreira e assumir esse novo desafio dentro da empresa.


– Deixe o papel claro. Esclareça o papel e as atribuições que o líder deverá exercer no novo cargo para que ele entenda o que precisa fazer a partir de agora. E é claro, acompanhe as primeiras semanas de trabalho deste profissional para corrigir as lacunas que forem aparecendo.


É importante ficar muito claro que sim, profissionais com excelente capacidade técnica podem assumir posições de gestão nas empresas, desde que eles queiram e apresentem, também, outras competências necessárias para o exercício da liderança. O erro ocorre quando as empresas insistem em promover colaboradores essencialmente técnicos, que não possuem tino algum para liderar pessoas, ou que são centralizadores demais, gostam de ver o trabalho feito pelas próprias mãos. Aí, a transição se mostra muito difícil e os riscos de insucesso são muito maiores.


Como você recompensa os melhores técnicos da sua empresa pelo bom trabalho?


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade