Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Aprendizado

Líderes também precisam fazer cursos não convencionais

Equipe Caput Consultoria
10 mai 2017 às 14:49
Continua depois da publicidade

Para ampliar a visão de mundo e proporcionar experiências diferentes e que estimulem a criatividade dos líderes, empresas têm ido muito além da formação básica de liderança. Cursos não muito convencionais no ambiente de negócios têm ganhado cada vez mais espaço na preparação dos gestores.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Leia mais sobre o tema liderança no Blog da Caput.

Continua depois da publicidade


O investimento é necessário já que as lideranças são as grandes responsáveis pelo enfrentamento e superação dos desafios do "Mundo VUCA", sigla, em inglês, que descreve as quatro características encontradas em praticamente todos os mercados: volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade.


Cursos de filosofia, artes, culinária e meditação, por exemplo, ajudam a aumentar a capacidade de percepção e análise daqueles que precisam tomar decisões dentro desse contexto turbulento. E é claro, quanto maior o conhecimento de mundo e o universo de experiências dos líderes, mais variáveis eles têm em mãos para atuar estrategicamente.

Continua depois da publicidade


A experiência de emergir em treinamentos que fogem do comum na educação executiva também ajuda os gestores a lidarem melhor com a diversidade em suas equipes. Muitas vezes, a falta de sensibilidade estética faz com que eles julguem ou não dialoguem corretamente com diferentes gerações ou subculturas da organização.


Atenção plena


Um programa alternativo bastante procurado é o Mindfulness. A prática é conhecida pela habilidade de dar atenção plena a alguma coisa. No trabalho, isso significa se concentrar em apenas uma tarefa por vez, por exemplo, na elaboração de um relatório ou no planejamento da próxima reunião com a equipe. Mas o mindfulness é mais do que isso, pois se propõe a promover o autoconhecimento dos adeptos.


Muitas empresas entendem a falta de conhecimento próprio dos líderes como um dos principais empecilhos para o desenvolvimento de relações interpessoais saudáveis no ambiente de trabalho. E a boa notícia é que gestores do mundo inteiro já participam de programas nos quais, mais do que técnicas de gestão, aprendem a respirar melhor e a perceber o que acontece no mundo à sua volta.


Resumindo…


Há décadas, inúmeros profissionais cultivam hobbies para se desligar daquilo que fazem no dia a dia. Contudo, nos últimos anos, as empresas passaram a notar que atividades não convencionais também são importantes para a tomada de decisões de negócios.

No tocante à aprendizagem, cursos alternativos complementam a formação tradicional, que é dirigida ao desenvolvimento das competências essenciais para o exercício da liderança – como gestão do tempo e administração de conflitos –, e estimulam os líderes a "pensar fora da caixa", de forma não linear.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade