Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Influenza A

Paraná tem 21 casos confirmados de gripe suína

Redação Bonde
22 jun 2009 às 09:06
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O secretário da Saúde, Gilberto Martin, afirmou que não estão previstos mais cancelamentos de aulas no Estado, como ocorreu na Universidade Estadual de Londrina, e que serão mantidas as medidas de prevenção ao avanço da gripe A (H1N1). O Estado tem 21 casos confirmados da doença.

"As pessoas que chegaram do exterior com sintomas de gripe, ou que tiveram contato com casos suspeitos ou confirmados", afirmou o secretário.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O secretário explicou que é feita a busca ativa de todos os contatos próximos dos 21 pacientes confirmados. "O número de casos suspeitos aumentou consideravelmente, depois da confirmação dos primeiros casos de Influenza A." Martin ressaltou que foi criado um comitê intersetorial para o enfrentamento da Influenza A.

Leia mais:

Imagem de destaque
Solução alternativa

Cinco chás que ajudam a regular desordens menstruais

Imagem de destaque
Não é mito

Episódio de raiva aumenta o risco de ataque cardíaco 40 minutos após o evento, mostra estudo

Imagem de destaque
Descoberta inovadora

Novo componente genético ligado ao Alzheimer é descoberto em estudo

Imagem de destaque
Ansiedade e estresse

Consumir conteúdos com velocidade aumentada pode impactar na saúde mental; entenda


No Brasil, três laboratórios públicos realizam os exames e os resultados estão chegando com mais rapidez. "Pedimos que as pessoas que são consideradas suspeitas ou em monitoramento que permaneçam em isolamento domiciliar, até que o caso seja descartado", disse Martin. Caso a doença seja confirmada, o paciente terá que continuar em isolamento até terminar o ciclo de transmissão do vírus, que dura cerca de 10 dias.

O secretário disse que o cancelamento das atividades na UEL foi uma medida preventiva. "Não estão previstos mais cancelamento de aulas no Estado. O caso da UEL foi uma exceção, visto que um caso confirmado circulou pelo campus e teve contato com várias pessoas, o que causou uma preocupação geral", afirmou. Martin garantiu que este foi um fato isolado e não irá pedir cancelamento das aulas e nem restringir a aglomeração de pessoas, por enquanto.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade