Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Triplo de casos de 2023

Brasil ultrapassa 5 milhões de casos prováveis de dengue em 2024

Redação Bonde com Agência Brasil
21 mai 2024 às 18:17
- Jcomp no Freepik
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O Brasil já contabiliza 5.100.766 casos prováveis de dengue em 2024. O número representa mais que o triplo de casos prováveis da doença identificados ao longo de todo o ano passado, quando foram anotados 1.649.144 casos.


De acordo com o painel de monitoramente de arbovirose, o país já registra 2.827 mortes por dengue e 2.712 em investigação. Assim, o coeficiente da doença, neste momento, é de 2.511 casos para cada grupo de 100 mil pessoas, enquanto a letalidade chega a 0,06 em casos prováveis e 4,83 em casos de dengue grave. 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A maioria dos casos prováveis permanece concentrada na faixa de pessoas com idade dos 20 aos 29 anos, seguida pelas faixas dos 30 aos 39 anos, dos 40 aos 49 anos e dos 50 aos 59 anos. Já a faixa etária menos atingida é a de crianças menores de 1 ano, seguida por pessoas com 80 anos ou mais e por crianças de 1 a 4 anos.

Leia mais:

Imagem de destaque
Visão comprometida

Marrone perdeu parte da visão por glaucoma, diz médico

Imagem de destaque
43 casos

Surto de sarna afeta escolas em Balneário Camboriú (SC)

Imagem de destaque
Efeito sanfona

Entenda o que acontece com o corpo em caso de reganho de peso pós-Ozempic

Imagem de destaque
Zona sul

Em Londrina, UBS do Ouro Branco retoma atendimento normal a partir desta segunda


Minas Gerais ainda responde pelo maior número de casos prováveis de dengue (1.431.174). Em seguida, estão São Paulo (1.397.796), Paraná (535.433) e Santa Catarina (288.212). Já os estados com menor número de casos prováveis são Roraima (286), Sergipe (2.868), Rondônia (4.789) e Amapá (5.557).


Quando se considera o coeficiente de incidência da doença, o Distrito Federal aparece em primeiro lugar, com 9.037 casos para cada grupo de 100 mil habitantes. Em seguida estão Minas Gerais (6.968), Paraná (4.679) e Santa Catarina (3.787). Já as unidades federativas com menor coeficiente são Roraima (45), Ceará (126), Sergipe (129) e Maranhão (159). 


Imagem
Médico de UPA é afastado após negar atestado para mãe cuidar do filho em Cambé
A Prefeitura de Cambé (Região Metropolitana de Londrina) determinou o afastamento de um médico que se negou a dar um atestado de acompanhante para uma mulher que estava com o filho de cinco anos doente e que procurou atendimento na UPA.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade